Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela
Destaque
Dia 6 de outubro de 2017 | Por Mayra Ribeiro | Sobre Idosos e Notícias
Banner intérprete (2)

O início de outubro (01/10) é marcado pela comemoração do dia do idoso. Apesar de a data ser importante para a terceira idade, é necessário que essa parcela da população seja lembrada ao longo de todo o ano. Mas, infelizmente, não é assim que acontece. “A sociedade está cada vez mais envelhecida. Atualmente, as pessoas enxergam o idoso como alguém que atrapalha e incomoda. Sem contar a falta de acessibilidade e inclusão social que os acima de 60 passam. Precisamos nos adaptar com esse novo cenário e mudar o jeito de enxergar a terceira idade’’, afirma Joyce Duarte Caseiro, médica e sócia-proprietária da rede de residenciais sênior Terça da Serra.

Pensando em contribuir com a mudança desse cenário e aumentar a qualidade de vida desta parcela social, A Revista D+ reuniu, em parceria com a especialista, as principais informações que você deve saber quando o assunto é cuidados com os idosos.

  1. Alimentação
    Uma alimentação saudável e balanceada é importante para qualquer pessoa, independentemente da faixa etária. Porém, no caso da terceira idade, o foco deve estar nas proteínas e carnes magras. “O idoso perde muita massa muscular. Portanto, se não seguir uma dieta rica em proteínas, terá dificuldades na locomoção, o que resulta em quedas frequentes”.
    Outro fator importante nesse quesito é a hidratação. Com o passar dos anos, o idoso perde a sensibilidade da sede. Ou seja, se a água não for oferecida, eles não irão pedir. A falta de hidratação gera confusão e distúrbios que podem ocasionar em problemas, como: esquecimento, quedas por desatenção, tomar remédios erroneamente e em horários diferentes daqueles que foram estipulados. Em vista disso, a indicação da médica é ingerir, no mínimo, um litro de água por dia, além de criar alertas a cada duas horas para essa finalidade.
  1. Prevenção de quedas
    Tapetes, mesas de centro e animais de estimação são comuns nas residências. Contudo, podem ser os vilões das quedas. Com menos força muscular e controle do corpo, o idoso deve residir em um local organizado. Esta medida é necessária para que ele evite desviar de objetos espalhados pela casa, e, consequentemente, se desequilibre.
    Além de deixar os ambientes mais acessíveis, a sugestão de Joyce é colocar corrimão de proteção no banheiro para não deixar o idoso exposto. Outro caminho para evitar as quedas é calçar as pessoas acima de 60 anos com sapatos fechados, pois os abertos induzem à perda da estabilidade.
  1. Higiene
    É um dos principais fatores para o bem-estar do idoso. Um local que merece muita atenção é a boca, pois é por essa cavidade que começam a maioria das infecções, que podem até gerar problemas cardiológicos. Para prevenir as contaminações, a especialista indica auxiliá-los na escovação correta e manutenção diária da higiene bucal.
  1. Rede de apoio
    As interações sociais são fundamentais para evitar um problema que afeta mais de 50% dos idosos: a depressão. O convívio familiar e entre pessoas da mesma faixa etária fortalecem os vínculos. Para a terceira idade é essencial receber visitas, estar em rodas de conversa e realizar atividades fora do cotidiano. Joyce salienta que o idoso deve sair de casa pelo menos uma vez na semana, a fim de manter não só as ligações neuronais em perfeito estado, como todo o resto do corpo. Se o idoso ficar apenas assistindo TV, ele não mantém a mente ativa.
  1. Acompanhamento especializado
    Além dos procedimentos de saúde de rotina, é primordial trazer para o dia a dia do idoso atividades que incentivam o pensamento. A fisioterapia é um tipo de acompanhamento necessário para a manutenção do músculo, estabilidade e qualidade de vida. Já a psicologia, tem um papel fundamental na conversa e ajuda nas interações sociais. Para Joyce, o profissional de nutrição tem o desafio de elaborar uma alimentação equilibrada, com quantidade necessária de proteína e calorias, que é igualmente equivalente com um cardápio que o idoso goste.

 

 

 

Posts Relacionados

Assine a Revista D+