Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS| Leitor de Tela
1114
Dia 5 de julho de 2016 | Por Rosa Buccino | Sobre Educação e Notícias

 

Conteúdo em Libras

 

Conteúdo em Português

Dono de metodologia desenvolvida por professores da Universidade de Esportes de Colônia, Alemanha, instituição com conhecimento de Educação Física Adaptada, o Programa de Capacitação para Profissionais Paradesportivos (Pulsar) foi criado pela Câmara Brasil-Alemanha do Rio de Janeiro (AHK-RJ) em sintonia com o cenário paradesportivo, na capital carioca.

Martha Leite, professora de natação, uma das alunas que frequentou o programa, aproveitou essa opoMissão do Pulsar: capacitar profissionais de educação física, fisioterapia, psicologia, nutrição e áreas afins.rtunidade para aprimorar sua experiência e aprender a lidar com as deficiências intelectuais e motoras. “Cabe ao professor atender os alunos com deficiência de acordo com suas necessidades específicas”, diz.

De acordo com Viktoria Rohde, coordenadora do Pulsar, a inclusão está em evidência. No entanto, os programas e cursos que capacitam profissionais para trabalhos dedicados a essas pessoas ainda são escassos em nosso país. “É um avanço real disponibilizá-lo aos nossos profissionais”, avalia.

Contando com o apoio do Instituto Superar, da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) e da Universidade de Esportes de Colônia, o programa dura seis meses e é dividido em dez módulos: história, fundamentos médicos, sociologia, psicologia, fundamentos de treinamentos, saúde, nutrição, fisioterapia, comunicação e apoio na educação física escolar. Oficinas práticas de basquete sobre rodas, vôlei sentado, fut 5 e natação complementam o programa.

(Por Rosa Buccino – Editora de Projetos Especiais)

 

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+