Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela
Dia 14 de outubro de 2015 | Por Brenda Cruz | Sobre Comportamento e Notícias

Conteúdo em Libras

Texto em Português

Maior evento da América Latina dedicado às pessoas com deficiência (PcD), a Reatech, feira de tecnologia e reabilitação para esse público, começou hoje, dia 9, e vai até dia 12 de abril, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center. Reunirá, durante quatro dias, a indústria nacional e internacional, representada por 300 marcas expositoras de aplicativos, adaptações veiculares, cadeiras de rodas elétricas, próteses e órteses, aparelhos auditivos, produtos ortopédicos, materiais hospitalares, distribuidores de produtos, educação, entidades públicas e privadas, entre outros, numa ampla oportunidade de negócios e relacionamento entre empresas do segmento, profissionais do setor e consumidores.

Com entrada gratuita, são esperados cerca de 45 mil profissionais da saúde, além do consumidor final, usuário deste mercado, que vem crescendo, desde 2002, acima de dois dígitos, em torno de 15 a 20% ao ano.

Para esta edição, a novidade da REATECH é a inclusão dos segmentos de obesos e idosos com mobilidade reduzida. O segmento das pessoas com deficiência tende a ser composto por pessoas mais velhas, refletindo o processo de envelhecimento da população brasileira. Apesar de ter anunciado que haveria a utilização de piso podotátil, para cegos, o evento iniciou-se sem ele, mas com  maior quantidade de banheiros adaptados e corredores mais largos, facilitando a circulação para cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida. Confira, a seguir, algumas das novidades divulgadas na feira.

Adaptação

Dentre os diversos produtos e serviços apresentados neste ano, a empresa Cavenaghi, especializada em adaptação automotiva,  traz acessibilidade para modelos como o Renault Duster, que recebeu alterações para transportar com conforto e segurança um passageiro cadeirante. Com as modificações, o piso do automóvel é rebaixado e recebe uma rampa dobrável para acesso pela traseira com embarque assistido. Em seu interior, os bancos traseiros são retirados e dão espaço para adaptação dos cintos de fixação da cadeira e um segundo cinto, de três pontos, para o cadeirante. Características próprias do Duster: maior altura livre (do piso ao forro do teto), visual esportivo, acabamento luxo.

Inclusão no mercado de trabalho

O projeto Consolidar Dorina está em ação no estande da Fundação Dorina Nowill, para captar currículos e entrevistar pessoas com deficiência que buscam colocação profissional e têm interesse em participar do banco de talentos da instituição. Também
irá dialogar com gestores de RH para atuar com as empresas que desejam conhecer e implantar a cultura inclusiva em seus ambientes.

Tecnologia
Já a empresa Civiam, também expositora da feira, traz  o Beamz Music System, uma tecnologia composta por um controlador laser e um conjunto de softwares. Ele pode ser utilizado como um recurso para atividades sensoriais e motoras, utilizando apenas o movimentos dos olhos com a tecnologia EyeGaze ou até mesmo o movimento do corpo nasondas sensoriais. As atividades ajudarão a desenvolver os sentidos, tais como: observação e audição. Já os motores estão relacionado ao físico, ao corpo, como o movimento dos membros superiores. Com isso, cada instrumento pode ser tocado em frequente sintonia e os usuários com limitações diversas, podem participar da mesma atividade, promovendo a inclusão.

Outras novidades da feira podem ser conferidas em reportagens da revista D+ nº 2, em circulação durante o evento: lançamentos de carros com isenção e todas as informações necessárias para obter o desconto, serviço oferecido nos estandes das montadoras, além da tecnologia Pentop para leitura de cegos e pessoas com baixa visão, presente nesta Reatech, estão nas páginas da revista impressa. Mais informações sobre o evento você confere até segunda-feira neste site e na página do Facebook: http://www.facebook.com/revistadmais.

Eventos simultâneos (informações da organização, sujeitas a modificação sem prévio aviso):

Além da área expositiva, a organização da feira preparou uma lista de atividades culturais e sociais como palco com shows e desfiles, equoterapia, test-drive de carros adaptados e quadras poliesportivas, dentre outras. Diversas empresas do setor de empregabilidade disponibilizam vagas às pessoas com deficiência e mobilidade reduzida, além de receber currículos de candidatos. Um dos principais atrativos da feira é a oportunidade de participar da ampla programação de seminários, workshops e oficinas.

De sexta a domingo (10, 11 e 12 de abril) acontece o REASEM – Seminário de Tecnologias de Reabilitação e Inclusão, gratuito e aberto ao público. Dentre as palestras, o Dr. Zan Mustacchi, geneticista e pediatra, representante da Capacitação em Síndrome de Down no Brasil, debate a importância de substratos nutricionais complementares para a saúde física e especialmente a neuronal na palestra “Desenvolvimento intelectual e abordagem nutricional na síndrome de down”; o médico endocrinologista Dr. João Alberto Ferreira de Mattos, membro da ABESO (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica) e da ABRAN (Associação Brasileira de Nutrologia), explicará de que forma as deficiências podem ser decorrentes da obesidade e como podem levar ou agravar o sobrepeso – “A obesidade na pessoa com deficiência” e também a palestra do Maestro Sidney Lissoni, que desenvolveu uma escrita musical adequada para todos os deficientes através do “Método Lissoni”.

No sábado, dia 11/04, das 10 às 17h, diversos especialistas abordam temas como: Terapia de integração sensorial na Neurologia Infantil (TIS); Estimulação Elétrica Transcraniana/ Atualidades (TCI); Theratogs – Fisioterapia Live-in – Estratégias de Uso do Theratogs; Aplicabilidade da Tecnologia Assistiva – Interface: Scatir Utilização de Acionadores por Piscadela, Vocalizadores e Exemplos de Pranchas (softwares), Demonstração Prática; Tratamento dos distúrbios neuromotores baseado no Conceito Bobath; Observação da qualidade de movimento de feto a bebês, enfocando a importância da intervenção precoce, noTECFISIO – VI Seminário de Tecnologias Avançadas em Fisioterapia.

No domingo, dia 12/04, das 13h às 17h30, o curso PET – Terapia Assistida por Animais tem como objetivo proporcionar o conhecimento necessário para o desenvolvimento de sessões e implantação de projetos em educação, atividade e terapias assistidas por cães, já que um número cada vez maior de profissionais da área da saúde utilizam cães e outros animais para auxiliar no tratamento de doenças.

Com ciclo de palestras gratuitas, representantes de empresas que trabalham a inclusão da pessoa com deficiência integram o Seminário dos Expositores – Reashow. Com a palestra “O que você faz de olhos fechados”? a LARAMARA – Associação Brasileira de Assistência à Pessoa com Deficiência Visual – aborda o mercado de trabalho para a pessoa com deficiência e sua inclusão social. A instituição APABB – Associação de Pais, Amigos e Pessoas com Deficiência, de Funcionários do Banco do Brasil e da Comunidade, ministra palestra, “Da deficiência à resiliência – um caminho de autoconhecimento e liberdade” sobre como lidar com as adversidades encontradas no dia a dia e como se preparar para desenvolver um filho com algum tipo de deficiência em grau máximo. Na apresentação da empresa CIVIAM, será debatido como aproveitar as ferramentas virtuais no mundo real – “Transferindo as habilidades do mundo virtual para o real”.

O Instituto Mara Gabrilli oferece a “Oficina Brinquedos e Brincadeiras Inclusivos”, ministrado por Andréa Lúcia Ferreira Rossettini (terapeuta ocupacional, formada há mais de 20 anos, com experiência no atendimento em neurologia infantil) – de sexta a domingo (10,11 e 12/04 , das 15h às 17h).

Marcia Gori (formada em Direito, presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência  de São José do Rio Preto, palestrante sobre Sexualidade e Inclusão da PcD), coordena a roda de debates que irá abordar o tema “Por que a sexualidade da pessoa com deficiência é tabu?” (10/04, das 14h00 às 17h). Neste mesmo dia, o Espaço da Cidadania discutirá a qualidade na inclusão para que as contratações de trabalhadores com deficiência se pautem em critérios de qualidade. Este tema fará parte do Fórum Lei de Cotas e Trabalho Decente para a Pessoa com Deficiência (10/04, das 10h30 às 13h30).

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+