Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela

A 3ª edição da Semana Estadual da Paralisia Cerebral acaba de começar. Entre os dias 04 e 09 de dezembro terão palestras, debates e eventos para promover a importância de prevenir a deficiência. Nesse contexto, a Cruz Verde exerce um papel fundamental na capital paulista. A organização sem fins lucrativos cuida de bebês, crianças, jovens e adultos com paralisia cerebral grave. No total, são 204 leitos e um ambulatório que faz cerca de 1.800 atendimentos por mês. Portanto, não existe melhor lugar para dar início a um período de conscientização tão importante como a sede da Associação e foi exatamente o que aconteceu na última segunda-feira (04/12).

No começo da semana a Cruz Verde foi palco de uma abertura solene que contou com a presença de pessoas como a Dra. Linamara Rizzo Battistella, secretária Estadual dos Direitos da Pessoa com deficiência; Flávio Padovan, presidente da organização e da superintendente Marilena Pacios.

Além de ser um marco de abertura para a Semana Estadual, o evento serviu de divulgação para a campanha Dezembro Verde. Criado em 2015 pela organização, o projeto reforça o objetivo de conscientização social a respeito da paralisia cerebral. “Para nós, as iniciativas de conscientização têm uma importância quase imensurável porque é uma oportunidade de disseminar informações tanto para as pessoas físicas como para os setores públicos. A intenção é tornar a paralisia cerebral mais conhecida, trabalhar na prevenção e auxiliar a formação de novos profissionais da área da saúde”, diz Marilena.

Outros acontecimentos que fizeram parte da solenidade foram aexposição de desenhos Pintar e Sorrir,produzida pelos pacientes Sara, de sete anos, e João Augusto, de 15, e uma homenagem para a funcionária mais antiga. Maria dos Santos, 68 anos que trabalha há 50 na organização. Hoje é supervisora de enfermagem. “Foi o meu primeiro emprego. Eu nunca tinha tido contato com pessoas com paralisia cerebral. Para mim, foi uma experiência muito grande. Me engrandeceu como pessoa e profissional”, diz a senhora para a Revista D+ e depois emendou “Me sinto feliz e honrada com o reconhecimento. Os pacientes são os filhos que eu nunca tive”.

A empresária Isabela Matte, de 19 anos, também contribuiu para o sucesso do evento:fez uma apresentação de dança com os pacientes e algumas amigas. Ela é voluntária na Cruz Verde e toda terça-feira visita a instituição com um grupo para desenvolver trabalhos de cultura e entretenimento. “Como eles não saem do hospital, a gente traz o mundo para cá. Costumamos mostrar atrações de outros países, mas, para não ficar sempre a mesma coisa, pintamos, brincamos com massinha, levamos mágicos e cantores”.

Durante a abertura da Semana Estadual, Isabela teve uma grande missão: Promover a campanha virtual que está fazendo no site Vakinha para arrecadar recursos financeiros com a finalidade de ajudar a Associação a se manter.

Quer fazer parte da causa? Então, acesse o link Natal Solidário. As doações podem ser realizadas até o dia 24 de dezembro. A intenção é alcançar R$ 100.000. Não deixe essa oportunidade de boa ação passar!

Posts Relacionados

Assine a Revista D+