Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela
Destaque Site 1600x800 px
Dia 17 de março de 2018 | Por Audrey Scheiner | Sobre Educação e Notícias
Banner intérprete (2)

A Associação para o desenvolvimento social, educacional, cultural, e de apoio à inclusão, acessibilidade e diferença (Adeso) iniciará em abril de 2018 cursos gratuitos para a formação em Libras em São Paulo, Grande São Paulo e interior (região de Campinas).

O curso, chamado Libras Fácil, tem como público-alvo professores da educação básica ou superior, alunos do ensino superior de qualquer área, familiares e amigos de surdos, interessados em ser intérpretes de Libras, pessoas que querem ingressar na área de educador, mediador e interlocutor de alunos surdos.  Todo o curso promove certificado reconhecido pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC).

As aulas serão ministradas de manhã, tarde e noite de segunda a sábado, com duração de 3h por encontro. A gratuidade do curso é válida para associados da Adeso, alunos, professores e funcionários da Unifesp Diadema, onde o projeto é aplicado desde o 2º semestre de 2017.

De acordo com Rúbem Soares, 46, psicólogo, e diretor do Libras Fácil, esse projeto é de utilidade pública e oferece uma formação de excelente qualidade. “A função social do projeto se confirma, sobretudo na área de educação já que desde 2003 proporciona formação continuada a professores para atenderem alunos surdos na educação inclusiva”, afirma o diretor. Segundo ele, esse foi o primeiro curso de Libras oferecido aos professores da rede estadual paulista.

“Desde 1991 ensino línguas de sinais para pessoas. Isso ajuda elas a entenderem o mundo da comunidade surda. Minha experiência durante todos esses anos mostra que as pessoas ficam empolgadas com o curso”, afirma Joyce Alves, 48, professora de Libras do projeto. De acordo com a professora, o Libras Fácil tem um diferencial. “Além da sala de aula, os alunos poderão ter um conteúdo online feito com animações, assim, eles irão memorizar mais fácil os sinais. Quem participar do curso vai gostar bastante.”, conclui.

As vagas são limitadas, com uma máxima de 30 alunos por turma.

Faça sua inscrição nesse link: www.librasfacil.org.br.

Ensinando Libras desde 2003

O Projeto Libras Fácil foi criado em 2003, para atender à necessidade de formação continuada de professores da rede estadual de educação.

À época, os autores do projeto foram convidados pelo Centro de Apoio Pedagógico Especializado (Cape) para realizarem palestras e cursos a um grupo selecionado de professores das 91 Diretorias de Ensino da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo (SEE). O projeto pioneiro atendeu a mais de 90 professores. O Cape era o órgão da SEE responsável pela execução da política de educação especial do Governo de São Paulo. O projeto piloto, executado pela equipe do Libras Fácil, por meio do Iape, foi recomendado para implementação em todas as diretorias de ensino de forma descentralizada. Esse foi um dos projetos de formação que certificou os primeiros professores interlocutores da rede para o atendimento ao aluno surdo em sala de aula.

Assista ao histórico do projeto abaixo.

O Instituto de Apoio, Pesquisa e Inclusão de Pessoas Portadoras de Necessidades Especiais (Iape) aplicou o projeto Libras Fácil no Poupatempo, em diversas diretorias de ensino, em empresas, no Metrô de São Paulo, na CPTM, na EMTU, dentre outras corporações.

Ao longo desses 15 anos, o Projeto Libras Fácil atendeu a mais de dez mil pessoas, que participaram de formação em Libras. Com uma metodologia moderna e diferenciada, o curso possibilita um rápido aprendizado mesmo para aqueles que nunca tiveram contato com essa Língua de Sinais.

Posts Relacionados

Assine a Revista D+