Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela
Foto: Nathalia Henrique
Dia 8 de dezembro de 2015 | Por Brenda Cruz | Sobre Comportamento e Notícias

Conteúdo em Libras

Texto em Português

Na manhã desse domingo, 07, a Av. Paulista contemplou a união de amantes de bicicletas. Reunidas na Praça do Ciclista, pessoas com e sem deficiência dividiram suas experiências com a bike. Fazendo parte da programação da Virada Inclusiva, a bicicletada proporcionou às pessoas com deficiência bicicletas adaptadas, como a handbike, (tipo de bicicleta pedalada com as mãos, em posição sentada (passeio) ou deitada (esportiva)), ou a bicicleta com guia (para cegos).

A Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência fez parceira com a ONG Bike anjo, cujos voluntários ficaram a postos para ajudar as pessoas que tivessem alguma dificuldade em andar de bicicleta. Andreia Machado faz parte da equipe da ONG. Para ela, a bicicleta, hoje, não é apenas um meio de transporte, é um meio de lazer. “A grande importância desse evento é mostrar para as pessoas que é possível vencer alguma limitação que a deficiência possa gerar. Talvez a pessoa precise de alguma adaptação, ou que tenha alguém para acompanhá-la, mas ela pode sim fazer parte desse movimento”, conta a voluntária Andreia.

Márcio Bustamante é funcionário da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, ele contou que além da parceria com a Dream Bike, que levou as bicicletas adaptadas, também fizeram parceria com as bicicletas do Bradesco, assim, pessoas sem deficiência também puderam participar sem ter pagar o aluguel da bike.  “Nós precisamos ver mais pessoas com deficiências nos lugares onde todo mundo frequenta. A proposta da bicicletada inclusiva é justamente dar essa visibilidade, e criar essa empatia por meio dessa troca de posições”, disse Márcio.

[wowslider id=”9″]

Por Brenda Cruz

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+