Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela
Bloco VibraMão agita a Zona Oeste de São Paulo
Dia 20 de fevereiro de 2017 | Por Audrey Scheiner | Sobre Arte e Cultura e Cursos, Feiras & Eventos e Música e Notícias

[tab]
[tab_item title=”Conteúdo em Libras”]

[/tab_item]
[tab_item title=”Texto em Português”]

Pagode, axé, sertanejo, funk… não importava o estilo, todos dançavam, cantavam e gesticulavam. Criado pela parceria entre os grupos artísticos Vibração e o Comuna, o primeiro bloco formado por pessoas com deficiência auditiva cativou uma multidão na região de Pinheiros com sua novidade inclusiva. Afinal, a vibração das músicas é sentida pelos surdos, e o publico vibrou com a energia empolgante que emanava desde a concentração do bloco na Rua Mourato Coelho, próxima à estação de metrô Fradique Coutinho.

Segundo um dos organizadores do evento, Leonardo Castilho, 28, com deficiência auditiva, produtor cultural e membro do grupo Vibração, o propósito do bloco é criar uma interação entre os ouvintes e as pessoas com deficiência auditiva. “O objetivo é ter os próprios surdos nas produções de festas, mostrar a força da referência da comunidade surda e fazer com que ela ocupe as ruas na época de carnaval. Melhor maneira de se juntar com a sociedade”, afirma Castilho.

Leonardo Castilho. Para ele, a interação entre ouvintes e pessoas com deficiência auditiva é o que será cativante durante o trajeto do bloco.

Leonardo Castilho. Para ele, a interação entre ouvintes e pessoas com deficiência auditiva é o mais importante durante trajeto do bloco.

A concentração do bloco foi tomada por um grande número de pessoas. Muitas não conheciam sequer o tema dele, mas vinham aos bandos para dançar e cantar os variados hits que saíam das gigantes caixas de som do trio elétrico do bloco. Miriam Machado, 30, estagiária de nutrição do Hospital das Clínicas, é do Rio Grande do Sul e está há apenas 30 dias em São Paulo. À procura de diversão nas ruas da região oeste, acabou ciando de paraquedas no bloco VibraMão.

Quando a nutricionista soube o tema da folia, ficou encantada. “É uma novidade, pois achava que nunca encontraria algo do tipo. Temos uma grande sociedade que gosta de se divertir com o carnaval e fico feliz e surpreendida que os surdos participem disso também. Isso é legal para mostrar que a sociedade como um todo pode se integrar”, relata Miriam.

Para Miriam, a novidade de ter um bloco só para surdos foi o que mais a surpreendeu no carnaval paulistano.

Para Miriam, a novidade de ter um bloco só para surdos foi o que mais a surpreendeu no carnaval paulistano.

André Rosa, 26, educador de Libras no Museu da Cidade de São Paulo, estava trabalhando de intérprete de apoio para o bloco. Segundo ele, uma das melhores novidades do bloco são as signdancers. “Elas são interpretes que ficam em cima do trio elétrico para fazer interpretação das músicas que serão tocadas. Além disso, colaboradores e outros interpretes também ficarão na rua para auxiliar os foliões”, enfatiza Rosa.

André, com o crachã de intérprete e blusa florida, dançando com as pessoas com deficiência auditiva na concentração do bloco.

André, com o crachá de intérprete e blusa florida, dançando com as pessoas com deficiência auditiva na concentração do bloco.

Parceria que contagia

O Vibração é um projeto independente que surgiu do desejo de incentivar as culturas e quebrar barreiras entre a comunidade surda e ouvinte de maneira inovadora e inclusiva. É formado por uma equipe entre surdos e ouvintes que fundaram o grupo há 9 anos, festejando nos dias de surdos no mês de setembro e outras datas comemorativas. As atividades do grupo circulam pelos principais locais da cidade de São Paulo, ocupando casas noturnas e centros culturais. Já a equipe comuna tem como propósito fazer ações culturais acessíveis, não somente por terem a Libras e intérpretes qualificados em cena, mas por trazer o artista surdo como protagonista de seu fazer cultural.

Veja fotos do Bloco VibraMão abaixo.

IMG_3255

IMG_3236

[/tab_item][/tab]

Posts Relacionados

Assine a Revista D+