Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS| Leitor de Tela
Divulgação
Dia 16 de maio de 2016 | Por Renata Lins | Sobre Comportamento e Notícias

Conteúdo em Libras

Texto em Português

A história de amor que você conhecerá a seguir começou de um jeito bem fofo e divertido.

Sam e Leila são cachorros da raça labrador e, por meio de suas funções como cão-guia, tornaram-se os “cupidos” responsáveis por unir um casal com deficiência visual em São Paulo.

Tudo começou quando o advogado Genival Santos, 37, e a dentista Kátia Antunes, 33, ambos cegos, foram aos Estados Unidos através do Instituto Iris em 2006 buscar os pets que iriam auxiliá-los na locomoção. Durante os treinamentos de comando dos cães, que duravam 12 horas por dia, Genival aproveitava o tempo para paquerar Katia.

As conversas, que inicialmente eram sobre os animais, transformaram-se na união que já dura cinco anos. Os cães viraram grandes amigos. “Brinco que, hoje, os cães são mais ligados que eu e meu marido. Um não larga o outro. A Leila faz o Sam até de travesseiro!”, afirma Kátia

Os labradores, que já têm 10 anos, precisarão se aposentar para que outros cãezinhos continuem auxiliando Genival e Kátia, porém, continuarão com seus donos, pois segundo eles, já fazem parte da família.

Por Renata Lins

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+