Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela
Destaque Site 1600x800 px Cate-01
Dia 20 de fevereiro de 2018 | Por Mayra Ribeiro | Sobre Notícias e Trabalho
Banner intérprete (2)

Você conhece o Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo (CATe)? Sob o comando da prefeitura de São Paulo a rede de atendimento aos cidadãos com e sem deficiência tem a finalidade de captar e disponibilizar oportunidades de emprego. O órgão também é responsável por incentivar a formação de empreendedores, formalizar o microempreendedor individual (MEI), promover oficinas de capacitação, oferecer orientações trabalhistas e previdenciárias. Ao todo, são 25 unidades distribuídas pela capital paulista.

Para iniciar 2018 com o pé direito, a instituição revelou uma novidade: Os funcionários do CATe participaram de uma especialização para melhorar o atendimento aos munícipes com deficiência auditiva. Em janeiro, um servidor de cada região fez um curso básico de Língua Brasileira de Sinais com duração de 20 horas.  Além de otimizar a qualidade dos serviços, a iniciativa visa a conectar os surdos de forma mais eficaz com o mercado de trabalho. “A capacitação pode nos ajudar de diversas formas, inclusive a nos aperfeiçoarmos profissionalmente e a melhorar o desempenho dentro da organização. Lidamos com um grande público que sofre de vulnerabilidade ou exclusão social. Hoje posso atender uma pessoa com deficiência auditiva com mais propriedade no que faço. Dessa forma, ela vai se sentir amparada.”, diz Bruna Andozio, líder da unidade Santana II.

Outra participante das aulas é a Daniela Guardia. A supervisora do CATe Central reconhece a importância do projeto. “A experiência foi fantástica, pois agregou conhecimento profissional e pessoal. Nós não temos noção do que o surdo enfrenta para conseguir se comunicar enquanto não vivenciamos isso.”, pontua.

Já Aline Cardoso, secretária municipal de Trabalho e Empreendedorismo, compartilha a mesma opinião que Daniela. “Percebemos que precisamos rever algumas posições e políticas para nos adequar aos anseios de toda a sociedade. A questão da pessoa com deficiência é um deles. Há a necessidade de inclusão e respeito à diversidade que nós precisamos incorporar à nossa realidade. O programa de aprendizado em Libras é uma das ações que vamos trabalhar neste ano”, afirma.

Em março a rede de atendimento proporcionará uma segunda rodada de aprendizado aos funcionários. Mais 25 servidores entrarão em contato com a Libras.

Assim como tudo o que envolve a pessoa com deficiência, o progresso na inclusão social vem a passos curtos, até mesmo tímidos. Mas, aos poucos as barreiras atitudinais e arquitetônicas vão caindo e a necessidade de acessibilidade torna-se visível.

Para mais informações sobre o Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo, acesse: https://www.saopaulo-sp.org/enderecos/cat-centro-de-apoio-ao-trabalhador-de-sao-paulo-enderecos-e-como-enviar-curriculo/.

Posts Relacionados

Assine a Revista D+