Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS| Leitor de Tela

Conteúdo em Libras

Texto em Português

Os usuários do transporte coletivo agora contam com uma frota de ônibus com 100% de acessibilidade. Isto porque nesta segunda-feira, 6 de julho, a prefeita Teresa Surita entregou 12 ônibus 0/km, com ar condicionado, poltronas estofadas, iluminação em led e elevador para cadeirantes. Todos com capacidade para atender 50 pessoas sentadas, garantindo conforto e segurança aos usuários. Ao todo, 75 veículos circulam pela capital, atendendo a todos os bairros.

Há 17 anos Adalberto Silva se tornou uma pessoa com deficiência física e viu sua vida tomar outro rumo. Atualmente, ele é coordenador do Movimento Nacional de Luta por Direitos da Pessoa com Deficiência e com muita determinação atua nessa causa.

“Eu tive o prazer de participar desde o início de toda essa discussão com a prefeita, ver isso se concretizando é uma vitória. Hoje muito se fala sobre a inclusão social, porém, é impossível incluir o deficiente na sociedade sem transporte coletivo de qualidade. Muitas cidades grande ainda não possuem. A gestão municipal está dando exemplo de compromisso, é uma vitória para esse público que tanto necessita”, afirmou.

Na capital de São Paulo 75% dos ônibus são adaptados. Em Recife, apenas 66% têm elevador. No Rio de Janeiro, somente 76% dos coletivos estão preparados para receber passageiros com deficiência. Em Belo Horizonte, 89% dos transportes possuem acessibilidade. Em Manaus e Belém, 80% da frota é acessível e em Palmas 90%.

“Nós temos que comemorar esse avanço, é mais um ganho na qualidade do serviço que oferecemos. Por dia, cerca de 200 a 250 deficientes físicos utilizam nosso transporte coletivo e essas pessoas agora vão ter mais conforto. Poucas capitais do Brasil possuem uma frota 100% acessível e nós conseguimos este resultado”, enfatizou Teresa.

A prefeita destacou ainda mais novidades que vão garantir o conforto da população. “Ainda este ano, o Mini Terminal Luís Canuto Chaves estará totalmente climatizado. Além disso, com o projeto de Mobilidade Urbana, vamos construir 100 abrigos de ônibus com ar condicionado”, contou a prefeita Teresa Surita.

Melhorias – Em 2013, Boa Vista tinha à disposição 60 ônibus, com idade média de 12 anos, que faziam apenas 10 linhas – ou seja, rotas. Apenas 40% dessa frota tinha acessibilidade. Para melhor atender a população, foram criadas mais três linhas diretas. O conjunto Pérola e os bairros Nova Cidade e Cauamé passaram a ser contemplados.

A rota do ônibus Cauamé-Direto passou a dar acesso ao Pátio Roraima Shopping; a linha 315, do Conjunto Pérolas, foi alterada para atender a região de chácaras do bairro Senador Hélio Campos com horários pré­estabelecidos e priorizando os momentos de pico, atendendo os moradores das localidades e alunos do Senac.

(Fonte: Prefeitura Municipal de Boa Vista)

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+