Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS| Leitor de Tela

Conteúdo em Libras

Texto em português

A Campanha #AdoteUmPetComDeficiencia acontece no primeiro domingo de agosto, na sede da Andare S.A, localizada na Rua Fradique Coutinho, 380, em Pinheiros, São Paulo – SP, das 9h às 17h.

Os idealizadores do evento afirmam que a cada vez recebem mais pessoas interessadas em adotar o Pet com Deficiência e  que a campanha tem atingido o objetivo de conscientizar e promover a adoção qualitativa.

Sobre a Campanha #AdoteUmPetComDeficiencia

O objetivo da campanha é criar um evento especialmente para Pets com Deficiência e Especiais, gerando a oportunidade única de unir outras ONGs e protetores e promover a adoção de seus Pets, uma vez que eles têm a menor probabilidade de obterem um lar.

Todos os Pets para adoção são cadastrados, vacinados e vermifugados. Após isso, entram para a seleção dos que vão participar de cada evento.

O objetivo é quebrar preconceitos, conscientizar e promover a adoção consciente, gerando conhecimento sobre o assunto e criando um elo entre as pessoas que desejam ter um companheiro de quatro patas que estão esperando por uma família.

Nesse caso, o índice de adoção é mínimo. A maioria dos Pets com deficiência participam de inúmeros eventos e acabam não sendo adotados, desta forma, acabam passando toda a vida no respectivo abrigo.

São considerados Pets com Deficiência todos aqueles que apresentam problemas motores, mentais, renais, amputados, paraplégicos, cegos, que tomam medicações constantes, necessitam de tratamento periódico etc.

A  Campanha prova que um pet com deficiência tem uma vida normal: muitos deles não precisam sequer de acompanhamento médico por conta da deficiência, e todos são grandes companhias! Sem contar que, na verdade, o preconceito é que é uma deficiência e impede a adoção absoluta de qualquer tipo de animal!

Mais informações:  https://web.facebook.com/adoteumpetcomdeficiencia/

Costinha é amputado e aguarda um lar há quase 1 ano Divulgação

Costinha é amputado e aguarda um lar há quase 1 ano
Foto: Divulgação

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+