Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela
Foto: Divulgação . Filme "A Família Bélier"
Dia 15 de janeiro de 2016 | Por Cintia Alves | Sobre Cultura e Notícias

Conteúdo em Libras

Texto em Português

A surdez está cada vez mais presente nas produções cinematográficas por meio de histórias de superação, dificuldades, convivência familiar, entre outros assuntos a cerca da deficiência.

Selecionamos alguns filmes, no qual, dois são baseados em relatos verídicos. Confira:

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

  • Ritmo Acelerado (2004)

O filme conta a história real do DJ surdo Frankie Wilde, interpretado pelo ator Paul Kaye. A megaestrela de Ibiza perde a audição com os excessos da vida agitada no meio musical, e o resultado é a sua saída misteriosa do cenário artístico. Apesar da trajetória dramática, o DJ reencontra-se com a música em um final emocionante.

 

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

  • The Hammer (2010)

Matt Hamill, surdo de nascença, teve sua infância divida entre a opinião de sua mãe que lutava para que ele aprendesse Língua de Sinais, e de seu avô que nunca aceitou a ideia. Ao decorrer dos anos, seu avô decide levá-lo para praticar MMA e Matt descobre um novo mundo através do esporte. A história verídica retrata o desenvolvimento e a evolução do lutador em aprender a compreender a fala das pessoas através da leitura labial.

 

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

  • A Família Bélier (2014)

A adolescente Paula (Louane Emera) administra a fazenda onde vive com sua família. Seu pai (François Damiens), sua mãe (Karin Viard) e o irmão são surdos-mudos, por isso, a jovem fica responsável por traduzir a Língua de Sinais para a vizinhança. Em uma de suas aulas de música é descoberta por sua voz e surge a oportunidade de ingressar numa prestigiosa escola de Paris. Apesar do sonho de ser cantora, a garota se sente apreensiva em afastar-se da família. Qual será a escolha de Paula?

Por Cintia Alves

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+