Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela

 

Na manhã desse último domingo, aconteceu na zona norte da cidade, entre as estações do metrô Tucuruvi e Parada Inglesa, a 1ª Corrida de Carrinho de Rolimã da cidade de São Paulo. Promovida pela Mulek de Rua em parceria com a Prefeitura Regional de Santana/Tucuruvi, por meio de sua Supervisão de Esportes, proporcionou muita diversão, nostalgia e acessibilidade para os participantes.

O projeto Mulek de Rua começou há três anos visando a resgatar a infância e as brincadeiras de rua, além de conscientizar crianças e adultos sobre o uso excessivo de tecnologia. Alexandre Koga, idealizador do projeto, conta que não esperava que o evento em São Paulo fosse ser tão grande. A novidade foi bem recebida pelo público, que reuniu crianças e adultos de todas as idades.

A integração na brincadeira também foi completa quando se tratou da acessibilidade para os cadeirantes presentes. “O carrinho adaptado foi construído porque percebeu-se uma necessidade em atender as pessoas que estavam indo à cidade de Vinhedo, onde há, em todo último domingo do mês, um encontro para a corrida de carrinho de rolimã. Entendemos que todos têm o direito de brincar!”, conta Alexandre.

Henrique Graeff tem uma oficina de carrinho de rolimã e foi o responsável pela construção do protótipo, ele conta que ao todo foram necessários dois meses até a finalização do modelo adaptado. “O Henrique é um projetista. De todos os pilotos profissionais, os carrinhos dele sempre são os mais caprichosos, por isso, o convidamos para construir um que suprisse essa necessidade”, revelou Koga.

Matheus Henrique Gonzaga, 19 anos, faz tênis adaptado no Clube Esperia e teve sua primeira experiência em carrinho de rolimã e diz ter sido “muito legal”. Assim como ele, William Schimitt, 27 anos, também cadeirante e jogador de tênis no mesmo clube, conta que foi a primeira vez que andou de carrinho de rolimã. “Gostei bastante! Sempre tive vontade, mas nunca a oportunidade, nem mesmo quando era criança. Foi uma ótima experiência”.

O desafio, agora, segundo Alexandre, é buscar patrocinadores para a produção de outros carrinhos adaptados. “Buscamos empresas que queiram patrocinar o projeto, mas o importante é que sejam empresas que tenham essa questão da acessibilidade como sua missão”. Empresas interessadas podem entrar em contato através do link: http://www.mulekderua.com.br/

A próxima corrida já tem data marcada e acontecerá na zona sul no dia 1º de outubro das 8h ao 12h, na Ponte Laguna, próximo ao Parque Burle Marx. Anote na agenda!

Acompanhe a Mulek de Rua no Facebook: https://www.facebook.com/mulekderuaoficial/

Texto e Fotos: Brenda Cruz

 DestaqueIMG_1078IMG_1079IMG_1094IMG_1097IMG_1108IMG_1111IMG_1113IMG_1127IMG_1247IMG_1249IMG_1256IMG_1292IMG_1293IMG_1295IMG_1300IMG_1306IMG_1357IMG_1378IMG_1403IMG_1406

 

Posts Relacionados

Assine a Revista D+