Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS| Leitor de Tela
pordentro
Dia 11 de agosto de 2016 | Por Revista D+ | Sobre Edição 10

A empresa de comunicação TIM tem realizado ações em benefício de seus funcionários com deficiência e luta para atingir a Lei de Cotas

texto Renata Lins   foto Marcos Florence

Sempre que Daniela Pereira era chamada para uma vaga de emprego, a jovem de 24 anos já avisava antes: “Tenho deficiência”. Essa era a forma de não perder tempo indo até o local e ser rejeitada pela sua condição. “Quando eu falava que tinha deficiência, eles alegavam que não podiam me chamar porque a empresa não possuía rampa, não havia acessibilidade”, ela conta. Após cinco anos tentando, Daniela, que perdeu o movimento das pernas em decorrência de paralisia cerebral, conseguiu um trabalho na TIM. “É tudo muito bem adaptado para mim aqui”.

A Tim é uma das maiores companhias de telefonia no Brasil, atendendo hoje cerca de 67 milhões de usuários. Desde 1998 vem crescendo e expandido seus serviços em todo o país. Muitas pessoas conhecem e utilizam a operadora; nós fomos mais longe: entramos nessa grande empresa para saber um pouco mais sobre o outro lado da linha: a acessibilidade oferecida aos colaboradores com deficiência.

Daniela Pereira, 24, estudante de sistemas da informação

Daniela Pereira, 24, estudante de sistemas da informação

Nos corredores da extensa companhia em Santo André, cidade do ABC paulista, é possível observar pisos táteis que levam à maioria dos setores. Também não é difícil encontrar rampas de acesso para pessoas com cadeira de rodas e braile nos corrimãos para as pessoas cegas.


Faça seu Login para ter acesso a todo Conteùdo.


Ou cadastre-se Gratuitamente para ter acesso a todo Conteùdo,

Sumário

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+