Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS| Leitor de Tela


Veja como favorecer a aprendizagem de práticas corporais centradas no movimento numa abordagem inclusiva

texto Claudine Davids*   fotos Marcos Florence e Marcelo Coletto

 

Do final do século XIX até a década de 1930, os programas de atividade física sob orientação médica, direcionados para a pessoa com deficiência, começam a se transformar em Educação Física. Em meados do século XX, ganha força o conceito de reabilitação, haja vista o crescente número de casos de poliomielite e as sequelas físicas muito presentes no pós-guerra. Em 1952, a Associação Americana de Saúde, Educação Física e Recreação constitui um comitê que define a Educação Física Adaptada como “um programa diversificado de atividades para o desenvolvimento, jogos, esportes e ritmos adequados aos interesses, capacidades e limitações dos estudantes com deficiência que talvez não possam com segurança ou com sucesso envolver-se com plena participação em atividades rigorosas dos programas de educação física em geral”.


Faça seu Login para ter acesso a todo Conteùdo.


Ou cadastre-se Gratuitamente para ter acesso a todo Conteùdo,

Sumário

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+