Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS| Leitor de Tela

[tab]

[tab_item title=”Texto em Português”]

por João Roberto de Souza-Silva*

Independentemente do tipo ou estrutura familiar, a família é um lugar de vinculações afetivas e culturais, que se configuram principalmente pelas relações interpessoais entre seus membros, sejam positivas, sejam negativas. O seu funcionamento regular e saudável permite estabilidade e bem-estar de todos que a compõem, de modo que, mesmo em momentos de crise e desequilíbrio, possa existir unidade para que esse grupo se adapte a uma nova situação, como o nascimento de uma criança com deficiência.

O nascimento de qualquer criança sempre mobiliza toda a família, pois é sempre um momento cheio de expectativas, carregado de significados e repercussões psicológicas para todos os envolvidos, fato esse que demanda naturalmente determinado rearranjo familiar. Ao nascer uma criança com deficiência, a família enfrenta a perda do filho idealizado para receber o filho real, motivo de incertezas, angústias e dúvidas.

Faça seu Login para ter acesso a todo Conteùdo.


Ou cadastre-se Gratuitamente para ter acesso a todo Conteùdo,

[/tab_item][/tab]

Sumário

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+