Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS| Leitor de Tela
Acontece
Dia 9 de março de 2017 | Por Revista D+ | Sobre Edição 13

[tab]

[tab_item title=”Texto em Português”]

No II Encontro dos Surdos com as Ciências – ESC, na Unifesp, o ouvinte foi quem precisou do intérprete de Libras

texto Rúbem Soares  fotos Marcos Florence

Sim, você não leu errado! No II Encontro dos Surdos com as Ciências – ESC, foram os ouvintes quem precisaram do auxílio de intérpretes. O motivo? Praticamente todas as atividades do evento foram comunicadas direto em Libras (Língua Brasileira de Sinais). Em sua 2ª. edição (ocorrida em 26 de novembro de 2016), o evento foi realizado pelos alunos do curso de extensão de Libras e do curso de Licenciatura em Ciências da Unifesp, campus Diadema, e coordenado pela Profa. Dra. Silvana Zajac. O projeto proporcionou aos surdos experiências práticas nos laboratórios da universidade. A primeira edição ocorreu em dezembro de 2015.

Acima, participante no Laboratório de Biologia. Abaixo, visitantes nas atividades de Matemática, recebendo explicações do Professor Doutor Renato Marconi

Acima, participante no Laboratório de Biologia. Abaixo, visitantes nas atividades de Matemática, recebendo explicações do Professor Doutor Renato Marconi

A proposta do evento – apresentar experimentos direto em Libras – envolve o compromisso dos alunos de se prepararem para interagir com os surdos nessa língua. A abertura do evento foi conduzida por Barbara Schwartz, aluna do curso de Licenciatura em Ciências.

Além disso, teve a apresentação da história do Instituto Santa Terezinha, feita pelo aluno Gabriel Henrique de Petta. Ele e Natalia Helfstein, também aluna do Santa Terezinha, respectivamente, foram os vencedores do concurso de criação do sinal e do logo do ESC.

A apresentação foi resultado do projeto Ensino de Leitura e Escrita para Surdos, realizado pela Profa. Dra Silvana Zajac, em parceria com o Instituto, do qual ambos os alunos participam. “Nunca vi essas matérias explicadas de forma tão claras, diferente do que se vê na escola. Isso faz a gente gostar das ciências”, disse Gabriel. A explicação diretamente em Libras facilita a compreensão e “muitos surdos deveriam vir para o ESC, pois iriam gostar muito” avaliou Natália.

Ainda na abertura, Joice Alves de Sá, surda, representante da Revista D+, fez a apresentação da publicação, reforçando que os conteúdos da revista estão acessíveis em Libras no site www.revistadmais.com.br 

Faça seu Login para ter acesso a todo Conteùdo.


Ou cadastre-se Gratuitamente para ter acesso a todo Conteùdo,

[/tab_item][/tab]

Sumário

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+