Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS| Leitor de Tela
pontodvista
Dia 9 de março de 2017 | Por Revista D+ | Sobre Edição 13

[tab]

[tab_item title=”Texto em Português”]

UM BREVE ENSAIO SOBRE A COMPLEXIDADE DO PROCESSO DE APRENDIZAGEM DE LEITURA ESCRITA

A vida está envolta pelo dialogismo, nos ensinou Bakthin: fazer perguntas, dar respostas, atenção, responder, estar de acordo e assim por diante, no processo de comunicação. A comunicação pressupõe interlocutores que concordam, discordam, completam e opinam sobre um tema, construindo relações. As relações constituem o sujeito, desenvolvendo uma cadeia comunicativa ininterrupta baseada em signos. Dentre esses signos, destaca-se a palavra como material semiótico privilegiado da linguagem, uma vez que é constitutiva do homem e amplia possibilidades de significação como nenhum outro signo. Desse modo, o aprender a ler e escrever – a alfabetização – não deve ser uma atividade técnica/escolar. Ela deve vincular o sujeito interlocutivo, possibilitando uma atitude responsiva ativa diante do texto que lê ou que escreve, numa interação – princípio fundador da linguagem – que só se efetiva com a existência do “outro” (caráter dialógico).


Faça seu Login para ter acesso a todo Conteùdo.


Ou cadastre-se Gratuitamente para ter acesso a todo Conteùdo,

[/tab_item][/tab]

Sumário

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+