Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS| Leitor de Tela
lysa
Dia 21 de maio de 2017 | Por Revista D+ | Sobre Edição 14

[tab]

[tab_item title=”Texto em Português”]

Por meio de sensores, a criação de Neide Sellin identifica objetos frontais, aéreos e dificuldades durante o trajeto, avisa o usuário por comando de voz sobre o obstáculo e procura um caminho mais fácil para seguir.
Enfim, uma resposta para a realidade pouco ouvida

texto Mayra Ribeiro fotos Divulgação

lysa-2A primeira versão de Lysa: o processo de construção começou em 2011 durante as aulas de robótica lecionadas por Neide

A primeira versão de Lysa: o processo de construção começou em 2011 durante as aulas de robótica lecionadas por Neide

Não passe por aquele local”, “Tem um objeto à frente”. Você já imaginou as mudanças que aconteceriam na vida de uma pessoa cega se o cão-guia pudesse falar? Talvez, os trajetos do cotidiano seriam com menos preocupação e mais facilidade. Essa já é uma realidade que está ao alcance das nossas mãos.

Neide Sellin, 37 anos, fundadora da empresa Vixsystem, localizada em Vitória, no Espírito Santo, desenvolveu o projeto de um robô-guia. Formada em Ciência da Computação, Neide lecionou em oficinas de robótica em uma escola pública de Ensino Médio por oito anos, na região da Serra, no Espírito Santo.

“Sempre acreditei que a inovação tem que contribuir de alguma forma com a sociedade”, diz ela. Por isso, Neide resolveu conversar com uma aluna cega que passava por dificuldades no dia a dia, como, buracos, obstáculos terrestres e aéreos. “A partir dessas descobertas, resolvi construir um projeto que auxiliasse as pessoas com deficiência visual”.


[/tab_item][/tab]
Faça seu Login para ter acesso a todo Conteùdo.


Ou cadastre-se Gratuitamente para ter acesso a todo Conteùdo,

Sumário

    1     2     Próximo

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+