Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela
Apertem o cinto: transtornos à vista
Dia 4 de julho de 2017 | Por Revista D+ | Sobre Edição 15

[tab]

[tab_item title=”Texto em Português”]

Nem sempre as situações estressantes em aeroportos são simples de resolver. Para as pessoas com deficiência, os transtornos podem vir embalados com muito mais “emoção”

texto Audrey Scheiner   fotos Divulgação e Arquivo pessoal

Corre-corre, checagem de embarque, informações equivocadas, voo perdido. Fazer uma viagem aérea pode ter seus momentos estressantes. Às vezes, resolver alguns problemas no momento da viagem é relativamente fácil, outras, mais complicado do que deveria. Mas, e as pessoas com deficiência? Como lidam com os imprevistos nos aeroportos? E as questões relacionadas à acessibilidade?

Vamos especificar os questionamentos: como uma pessoa surda pode ser informada se os avisos do aeroporto são sonoros? Como uma pessoa cega pode se localizar imersa em tanta poluição sonora? As pessoas com pouca mobilidade têm ajuda disponível a qualquer momento? Aliás, todas as pessoas com deficiência recebem o mesmo tipo de apoio que pessoas sem deficiência?

De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), desde 2009 existe uma regra que define os direitos dos passageiros com deficiência no Brasil, que era a Resolução nº 09 e foi alterada por uma mais moderna em 2013, a Resolução nº 280. Ela deve ser base para que tanto os aeroportos quanto as empresas aéreas tenham uma estrutura que atenda as pessoas com deficiência. A esses passageiros, são garantidos todos os direitos que são conferidos aos usuários em geral.

As empresas aéreas e os aeroportos devem ter um funcionário com ponto focal para atendimento das pessoas com deficiência, que deve receber treinamento especial e estar preparado para tirar dúvidas e auxiliar os clientes e também os funcionários da empresa. Porém, os contratempos com acessibilidade continuam corriqueiros.


[/tab_item][/tab]
Faça seu Login para ter acesso a todo Conteùdo.


Ou cadastre-se Gratuitamente para ter acesso a todo Conteùdo,

Sumário

Posts Relacionados

Assine a Revista D+