Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela
face2
Dia 11 de dezembro de 2015 | Por Cintia Alves | Sobre Cultura e Notícias

Conteúdo em Libras

Texto em Português

A primeira Língua de Sinais foi originada pelo francês Charles Michel de L’Épée e disseminou-se pelo mundo desde 1755. Hoje, há 130 tipos de língua de sinais. No Brasil, apenas em 2002, por meio da da Lei Nº 10.436 de 24 de abril, que a Língua Brasileira de Sinais (Libras), foi reconhecida como meio legal de comunicação e expressão.

Por se tratar de uma linguagem visual em que se utiliza gestos, sinais e expressões faciais e corporais, ao invés de sons na comunicação; imaginamos como é, por exemplo, a ideia de música para o surdo. Ao contrário do que muitos pensam, a música também necessita de outros sentidos, além da audição, para ser compreendida. Como explica a ilustração abaixo:

No meio musical, encontramos grandes artistas, como Beethoven, que ficou surdo, mas continuou a compor por cerca de 10 anos após a surdez. Atualmente, o DJ finlandês Signmark, surdo, destaca-se por interpretar músicas para língua de sinais em diferentes idiomas.

Em Londres, na Inglaterra, já existem festas para surdos, como a Deaf Rave, com DJ’s de diversos estilos musicais como drum’n’bass e hip hop. O idealizador Troi Lee, conhecido por DJ Chinaman, surdo de nascença, sempre gostou de sair para dançar e viu no evento uma oportunidade de reunir a comunidade surda.

Lee diz ter planos para realizar festas pelo mundo todo, inclusive no Brasil. “Você sente a música em todo o seu corpo. Quanto mais alta ela fica, mais intensas se tornam as vibrações. Todo mundo aplaude e dança”, revela em entrevista a BBC News UK.

Para navegar nesse universo musical, selecionamos algumas músicas interpretadas para a língua de sinais de diferentes países. Confira:

• Alemão (DGS – Deutsche Gebärdensprache)

“Einen  Tag” do duo Dangaa und Kasim, interpretada por Lisa Ulrich

• Castelhano e Espanhol (LSE – Lengua de Signos Española)

“Escuchar para ver, ver para entender” do rapper Rapsoda, interpretada por cinco intérpretes.

• Inglês (ASL – American Sign Language)

“Happy” do cantor Pharrell Williams, interpretado por CM7 – Deaf Film Camp.

“Against The Wall” composição e interpretação do DJ Signmark.

• Português (LIBRAS/LSB – Língua Brasileira de Sinais)

“Hino Nacional Brasileiro” interpretado por Valdir Balbueno.

“Zeit” da banda Scracho, traduzida por Adriana Góes (professora da UFRJ) e interpretada pelo ator Ivan Mendes.

Por Cintia Alves / Infográfico: Filipe Rocha/Editora de Arte/Folhapress – Site, publicado em 28/09/2013.

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+