Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS| Leitor de Tela
São mais de 30 estudos e projetos focados em melhorias para áreas estratégicas da sociedade que serão apresentados em exposição no Centro Universitário FEI

 

O Centro Universitário FEI realiza, nesta quinta-feira (13/12), a expo INOVA FEI, uma exposição onde são apresentados os projetos de conclusão de curso elaborados pelos alunos de Engenharia Elétrica, Automação e Controle, Produção, Química, Têxtil, Civil e Ciência da Computação. Na edição deste semestre foram desenvolvidos mais de 30 projetos e estudos focados em áreas estratégicas da sociedade, trazendo aplicações inovadoras e funcionais para problemas cotidianos.

Um dos trabalhos de destaque é de um grupo de alunos de Engenharia Elétrica que desenvolveu um projeto para melhorar a qualidade de vida das pessoas com deficiência visual. A solução oferece detecção de obstáculos acima da cintura, sinalizando o lado para o qual o deficiente deve desviar e evitar a colisão. Adicionalmente, quando o usuário ficar perdido ou sentir a necessidade de pedir ajuda, o sistema é capaz de, ao pressionar de um botão, se comunicar com o aparelho da pessoa, pelo qual um aplicativo oferecerá a opção de enviar a localização GPS do usuário a contatos pré-cadastrados. Outra facilidade é fornecer, por áudio, a localização do usuário. O sistema é composto de três partes principais: dispositivo detector de obstáculos (instalado na bengala), pulseiras vibratórias e aplicativo para sistema Android.

Um dos projetos que farão parte da exposição também é uma miniestufa automatizada que, além de otimizar recursos para a produção, também pode ser configurada para o cultivo de verduras, vegetais e ervas medicinais. O consumo de produtos orgânicos ainda é algo distante para a maioria dos brasileiros devido ao alto custo. O projeto tem como objetivo principal o cultivo de produtos orgânicos de baixa produção e cultivo indoor.

Os formandos também tiveram a preocupação de utilizar o conhecimento adquirido na engenharia a favor da tecnologia voltada para saúde hospitalar, como, por exemplo, um reanimador cardiopulmonar automático, ajustável, expansível e que realiza massagens cardíacas com a força de compressão personalizada para cada paciente. O projeto foi desenvolvido com o intuito de evitar a fadiga do socorrista durante o procedimento e garantir maior eficiência da reanimação, visto que é um procedimento que demanda muita força e um ritmo constante para manter uma boa circulação de sangue oxigenado para o cérebro e outros órgãos vitais, aumentando as chances de sobrevivência das vítimas.

Além destes, outros 34 projetos, que abordam desde reconstrução de superfícies em 3D até gestão de pontes e viadutos, serão apresentados na FEI (Av. Humberto de Alencar Castelo Branco, 3972) para alunos, avaliadores e imprensa.

Serviço- INOVA FEI*

Data: quinta-feira (13/12)

Horário: 18h

Local: Centro Universitário FEI – Campus São Bernardo do Campo

Endereço: Av. Humberto de Alencar Castelo Branco, 3972, São Bernardo do Campo

*Evento restrito aos alunos, avaliadores e imprensa

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+