Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela

Quem disse que para fotografar precisa enxergar? “Fotografia é muito mais do que ver, é sentir. A emoção me leva a tirar fotos e guia o meu trabalho”, afirma Marco Oton, 35, com deficiência visual. Ele perdeu toda a visão há 14 anos de forma gradual por conta de um descolamento na retina ocasionado pela diabetes identificada aos sete anos. A partir dessa mudança, Oton participou de um processo de reabilitação na Fundação Dorina Nowill para Cegos e em paralelo formou-se em fotografia no SENAC.

Por coincidência, a entidade se envolveu novamente com o universo da fotografia por meio do Papo do Bem – Ação solidária idealizada pelo Papo de Fotógrafo com o objetivo de arrecadar recursos para ajudar pessoas ou instituições. A edição deste ano, que acontece nos dias 6 e 7 de fevereiro das 8h às 17h30 no Auditório da Telefônica, em São Paulo, doará os valores das inscrições para a Fundação Dorina.

O tema escolhido para o primeiro dia de evento foi cobertura em casamentos. Entre os palestrantes que compartilharão experiências no segmento estão André Mansano, Brigadeiro Filmes, Celso Modeneze, Maíra Erlich, Rafael Bigarelli, Vanuza Amarante e João Maia (primeiro fotógrafo cego a cobrir as Olimpíadas Rio 2016). Enquanto o segundo abordará família e contará com a participação dos seguintes profissionais: André François, Caio Braga, Fernanda Giarato, Karim Scharf, Mari Siqueira e Renato D’Paulo. Todas as palestras terão audiodescrição ao vivo.

Para participar do Papo do Bem 2018 é necessário se inscrever no site do evento http://www.papodefotografo.com.br/papodobem2018/. As vagas são limitadas e o valor mínimo para apenas um dia de participação é R$ 150. A contribuição garante um voucher na mesma quantia para o Congresso Fotografar ou Wedding Brasil. Já o investimento para a programação inteira é de R$250, o que gera dois vouchers.

Posts Relacionados

Assine a Revista D+