Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela
Foto de busto de Francisco Alexandre, menino de pele parda, cabelos pretos, lisos e curtinhos. Está sorrindo e mostrando para a câmera um aparelho digital arredondado, pequeno, preto, com alguns botões coloridos, que segura com os dedos
Dia 2 de maio de 2018 | Por Brenda Cruz | Sobre Comportamento e Notícias
Banner intérprete (2)

Aos 12 anos, Francisco Alexandre Batalha foi um dos ganhadores do prêmio internacional para jovens inventores,o Ideas For Ears, organizado pela MED-EL, empresa multinacional especializada em soluções auditivas implantáveis.  O garoto de Florianópolis tem surdez bilateral profunda e escuta por meio do implante coclear que foi realizado quando ele tinha dois anos.

Alexandre anda de skate, joga bola, já fez judô e adora ver vídeos na internet, coisas que muitos garotos da idade dele gostam de fazer. Se não fosse um aparelhinho visível atrás da orelha, ninguém diria que ele tem os dois ouvidos biônicos. Para participar do concurso, Alexandre, como é chamado pela família,  desenvolveu um aplicativo de celular que consegue controlar o implante e definir melhor a qualidade do som, tirando os ruídos do ambiente.

O garoto ficou entre os sete de um total de 240 crianças inscritas em todo o mundo no concurso que tinha como objetivo promover a criatividade das crianças e buscar melhorar a compreensão das barreiras associadas à perda auditiva e à surdez, além de destacar benefícios do implante.

*Foto por Cristiano Estrela / Diário Catarinense

Posts Relacionados

Assine a Revista D+