Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS| Leitor de Tela
Foto: Divulgação
Dia 8 de abril de 2016 | Por Cintia Alves | Sobre Cultura e Notícias

Conteúdo em Libras

Texto em Português

O cinema internacional vem mostrando-se cada vez mais inclusivo com suas narrativas inspiradoras – muitas delas verídicas. Selecionamos três filmes dos anos 2000 para demonstrar a importância dos sonhos e de seus alcances todos os dias. Confira:

  • Vermelho como o céu (Itália – 2006)

O longa narra a história de Mirco (Luca Capriotti), um garoto toscano de dez anos que perde a visão após um acidente nos anos 1970. Após ser rejeitado pela escola pública, é enviado para um instituto de crianças com deficiência em Gênova. Despertando assim a sua grande paixão pelo cinema, por meio de um velho gravador e suas criações de histórias sonoras.

 

  • A Linguagem do Coração(França – 2014)

Marie Heurtin (Ariana Rivoire) é uma garota francesa que nasceu cega e surda, e cresceu sem nenhuma tentativa de educação familiar. Na adolescência, seu pai decidiu enviá-la ao convento de crianças surdas; mesmo a garota sendo rejeitada, a freira Margueritte (Isabelle Carré) acreditou que Marie poderia se comunicar. O desenrolar da história verídica revela traços de dedicação e empatia. É surpreendente!

 

  • Como eu era antes de você(Estados Unidos – 2016)

O filme que estreia em junho nos cinemas brasileiros traz uma linda narrativa de ternura e confiança, obra adaptada do livro Me before you, de Jojo Moyes. A jovem Louisa Clark (Emília Clarke), conhecida como Lou, vive em uma pequena cidade inglesa. Após perder o emprego, ela embarca numa aventura como cuidadora de Will Traynor (Sam Claflin), um homem rico e bem sucedido, que devido a um grave acidente ficou tetraplégico. Desse encontro nasce uma linda amizade e novas razões para sorrir.

 

Por Cintia Alves

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+