Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela
RenanBacellarisdf'4
Dia 23 de abril de 2018 | Por Brenda Cruz | Sobre Comportamento e Notícias
Banner intérprete (2)

Após quase 16 anos de parceria pública, o Instituto Gabi busca, agora, novas formas de sustentabilidade para continuar e ampliar o atendimento a pessoas com deficiência. No dia 30 de abril, o convênio com a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADs) da Prefeitura Municipal de São Paulo, por meio do Núcleo de Apoio à Inclusão Social da Pessoa com Deficiência (NAISPcD), chegará ao fim, e o Gabi terá de buscar novas fontes de receita para continuar o trabalho.

“Nosso trabalho segue. A Sede Multidisciplinar está em reforma graças ao apoio de empresas e pessoas físicas. Não temos condições de absorver todos os atendimentos, mas vamos fazer a nossa parte”, afirma o Fundador e Presidente do Instituto Gabi, Francisco Sogari.

Com o encerramento das atividades do Núcleo, as 60 famílias atendidas vivem, hoje, uma grande incerteza. “Estamos preocupados com o que acontecerá com as 60 crianças, jovens e adolescentes com deficiência atendidas no Instituto Gabi. Eles precisam ser direcionados para outra instituição. Há uma mobilização intensa das famílias. Nós acompanhamos e apoiamos essa luta”, afirma Sogari.

O Instituto Gabi solidariza-se com as famílias e entende a angústia, pois a convivência diária acaba criando vínculos, sobretudo com os atendidos. Fernanda, mãe do Felipe, um dos atendidos, expressa sua preocupação: “Meu sentimento é de tristeza ao imaginar que muitas destas crianças e jovens, hoje atendidos no Instituto Gabi, tenham que voltar a viver aquela dura realidade do passado, quando estavam encarceradas, longe da sociedade, por falta de oportunidades”.

Faça parte desse time

A força do voluntariado move o Instituto Gabi, que agora precisará muito deste time que sempre vestiu a camisa. “Precisamos de voluntários para as atividades da nova casa, seja para oficinas ou projetos que se adequam à estratégia de cada especialidade que pretendemos oferecer”, reforça Francisco Sogari. “Por ora, agradecemos a parceria de quase 16 anos com a Prefeitura Municipal de São Paulo, bem como a convivência diária com as famílias dos atendidos. Somos gratos a todos os que auxiliaram esta trajetória de quase duas décadas. Todos os esforços serão direcionados para garantir a continuidade e a melhoria deste movimento de qualidade pela inclusão social”.

Posts Relacionados

Assine a Revista D+