Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela
Destaque2
Dia 17 de janeiro de 2018 | Por Audrey Scheiner | Sobre Comportamento e Notícias
Banner intérprete (2)

O Instituto Gabi, Núcleo de Apoio à Inclusão da Pessoa com Deficiência, localizado na zona Sul de São Paulo, celebrará, em 2018, 17 anos de atendimento a crianças, adolescentes e jovens com deficiência. “Nosso trabalho, atualmente, é o responsável por melhorar significativamente a qualidade de vida de 74 atendidos e suas respectivas famílias. Com mais apoio, certamente poderemos ir além”, diz o presidente e fundador da organização, Francisco Sogari.

O Instituto Gabi conta com duas unidades: o Núcleo de Atendimento, onde acontecem os trabalhos com os atendidos, e a Sede Administrativa e Multidisciplinar. “Para este ano, estamos negociando com a Prefeitura a mudança do Núcleo para um espaço maior e mais apropriado para o desenvolvimento do trabalho. Já a Sede Administrativa e Multidisciplinar segue em reforma. Como é financiada por doações e recursos próprios, não conseguimos fazer a obra com a velocidade desejada”, completa Sogari.

Em 2017, a instituição conseguiu aprovar três projetos no Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (Fumcad): Corpo em Movimento; Apoio Psicopedagógico e Picadeiro, tem diversão sim, senhor. A expectativa é aprovar outros projetos para aprimorar o atendimento oferecido no Gabi.

A qualidade do atendimento, aliás, já é bastante reconhecida por quem conhece o trabalho e na comunidade onde a ONG atua. “Somos fonte de pesquisa e desenvolvimento de projetos acadêmicos e referência para os órgãos governamentais na construção de uma política pública voltada à pessoa com deficiência. Ainda assim, estamos sempre carentes de apoio, de voluntários – que são a grande força do Gabi – e recursos”, esclarece o presidente. “É um trabalho diário de muita luta e superação, mas a certeza de que somos imprescindíveis na vida de tantas famílias nos faz transpor esses obstáculos”, finaliza Sogari.

Posts Relacionados

Assine a Revista D+