Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela
Instituto Olga Kos lança projeto inclusivo de fotografia
Dia 30 de maio de 2017 | Por Audrey Scheiner | Sobre Arte e Notícias

[tab]
[tab_item title=”Conteúdo em Libras”]

botao_news botao_noticia

[/tab_item]
[tab_item title=”Texto em Português”]

Desenvolvido pelo Instituto Olga Kos, em parceria com a Associação Galera do Click, o projeto Click – Uma Visão Inclusiva tem o objetivo de dar oportunidade para que pessoas com deficiência intelectual possam interagir com a sociedade por meio da fotografia. Os beneficiários do projeto participam de oficinas e serão treinados para ver e perceber o mundo à sua volta por um novo ângulo e, a partir daí, reinterpretá‐lo.

O projeto visa a interação das pessoas com síndrome de Down com a fotografia.

O projeto visa a interação das pessoas com síndrome de Down com a fotografia.

“Nós queremos educar a emoção através da arte, promover a formação de pessoas pensadoras e questionadoras, expandindo os horizontes de inteligência delas”, afirma a fotógrafa Sandra Reis, responsável pela Galera do Click, uma entidade criada há três anos e que reúne mães de jovens com deficiência intelectual para ensinar técnicas de fotografia a jovens com deficiência intelectual.

Sandra, mãe de Felipe, 24, ensinou o filho a fotografar levando-o junto aos seus trabalhos. Ele tem síndrome de Down e é um dos 60 participantes da oficina que funciona no bairro de Santana, na Zona Norte de São Paulo. É lá que, nos próximos dois meses, os jovens irão aprender a usar diferentes tipos de luz, enquadramento e composição.

A capacidade criativa e a percepção sobre o outro e sobre o espaço onde vivem será estimulada. Eles irão ao Horto Florestal, na mesma região onde moram, para fazer as fotos que serão usadas numa intervenção artística a ser feita por eles nas últimas semanas do curso. “É um projeto que acrescenta muito na formação desses alunos. O nosso objetivo é dar empoderamento a eles. É fazer com que se sintam capazes e acreditem neles para transformar as suas próprias vidas”, acrescenta Sandra.

Participante do IOK com a camiseta do projeto. inclusão na arte!

Participante do IOK com a camiseta do projeto. inclusão na arte!

O livro Click, Uma Visão Inclusiva, com fotografias produzidas durante as oficinas, terá uma edição com três mil exemplares e deve ser lançado ainda este ano junto com a exposição, que será aberta ao público. As fotos serão selecionadas pela Curadoria de Arte, pela Coordenação das oficinas e pelos próprios participantes.

De acordo com Olga Kos, vice-presidente do Instituto, projeto visa também a fomentar o panorama artístico‐cultural do país através do registro de obras de pessoas com deficiência. “Isso contribui para a democratização de acesso da sociedade aos bens artísticos nacionais”, afirma Olga.

[/tab_item][/tab]

Posts Relacionados

Assine a Revista D+