Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS| Leitor de Tela
CURURU
Dia 14 de outubro de 2015 | Por Brenda Cruz | Sobre Comportamento e Notícias

Conteúdo em Libras

Texto em Português

O ministro da secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), Pepe Vargas, participou, na semana passada, de cerimônia de inauguração da 28ª Central de Interpretação de Libras, em Niterói, estado do Rio de Janeiro. A unidade, criada em parceria com a prefeitura de Niterói, é parte da política inclusiva do governo federal, que prevê a abertura de centrais em todas as regiões do País em parceria com estados e municípios.

Vargas destacou que ao se preocupar com os direitos das pessoas é que as administrações fazem diferença, além das grandes obras. “Para uma pessoa com deficiência, o maior limite nem chega a ser a deficiência, mas as dificuldades que a sociedade impõe por não garantir acessibilidade e autonomia”, afirmou.

Sobre a nova central de libras, o ministro ressaltou a importância do serviço. “São iniciativas simples como esta que fazem uma diferença real e concreta na vida das pessoas, que passam a ter acesso aos serviços públicos como qualquer cidadão.”

Estrutura física e intérpretes de sinais – A central é composta de três computadores, mobiliário e um veículo entregue pela SDH/PR. A prefeitura conveniada disponibiliza espaço físico, custos de pessoal e a manutenção e combustível do veículo.

Com duas intérpretes da Língua Brasileira de Sinais, o novo espaço vai disponibilizar ainda, mediante agendamento prévio, traslado e acompanhamento de pessoas surdas em hospitais, instituições públicas e demais serviços.

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, lembrou que as pessoas que não possuem deficiência auditiva, em geral, não têm ideia das dificuldades que pessoas surdas vivenciam no atendimento de serviços comuns. “É fundamental que as pessoas com deficiência auditiva tenham agora uma perspectiva maior de inclusão. Esta central é um importante passo para a cidade acessível que estamos construindo”.

O evento também contou com a presença do secretário Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Antônio José Ferreira, a coordenadora de acessibilidade da Prefeitura de Niterói, Carmem Fogaça, secretários municipais, representantes da Câmara de Vereadores e de entidades de defesa dos direitos da pessoa com deficiência.

Centrais pelo Brasil – Com Niterói, já são cinco Centrais de Interpretação de Libras na região Sudeste, cinco no Norte, 12 no Nordeste, quatro no Centro-Oeste e duas no Sul. A próxima a ser inaugurada será na cidade de Lages, estado de Santa Catarina, em junho.

Serviço

Central de Interpretação de Libras
Endereço: Praça Fonseca Ramos s/n. Prefeitura de Niterói
Funcionamento: De 2ª a 6ª feira de 9h às 18h
Informações e agendamentos: cilniteroi@gmail.com / (21) 2717- 6974

(Fonte:www.pessoacomdeficiencia.gov.br)

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+