Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS| Leitor de Tela

[tab]
[tab_item title=”Conteúdo em Libras”]

[/tab_item]
[tab_item title=”Texto em Português”]

Segundo dados do Ministério do Trabalho, 32.144 pessoas com deficiência intelectual ocupam postos de emprego formal no país. Os dados foram obtidos da Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O estudo indica que 25.332 pessoas com deficiência intelectual estavam formalmente empregadas no Brasil em 2013. O número subiu para 29.132 no ano seguinte e atingiu 32.144 em 2015, último período de dados disponíveis.

O resultado dessa evolução é um conjunto de acontecimentos, entre os quais se destaca a gradativa queda do nível de preconceito na sociedade. A Rais não engloba dados específicos sobre os subtipos de deficiências, apenas grupos (física, visual, auditiva, intelectual e múltipla).

Prevista no artigo 429 da CLT, a aprendizagem profissional ainda é muito pouco utilizada para dar formação à pessoa com deficiência. Existe um enorme contingente de pessoas com deficiência, que podem sofrer enquadramento na cota legal, e de segurados reabilitados pela Previdência Social, capaz de preencher várias vezes o atual número da cota. Essas são algumas das principais conclusões do Diagnóstico quantitativo de pessoas com deficiência/reabilitados no Brasil. O estudo inédito é produzido pelo Ministério do Trabalho.

[/tab_item][/tab]

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+