Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS| Leitor de Tela
Microsoft Hakaton
Dia 30 de abril de 2020 | Por Jessica Carecho | Sobre Notícias

 

A Microsoft Brasil acaba de definir o vencedor do 1º Hackaton de Acessibilidade e Inclusão realizado entre seus colaboradores. A competição propôs o desafio de encontrar soluções de acessibilidade para a Câmara dos Deputados e contou com a participação de Adriana Jannuzzi, Diretora da Coordenação de Acessibilidade no órgão. Ela fez parte da comissão julgadora. O projeto Call for Help ficou em primeiro lugar com o desenvolvimento de uma aplicação para smartphones que ajuda pessoas com deficiência visual a encontrarem funcionários voluntários que possam guiá-los.

 

Organizado pelo pilar de diversidade e inclusão da Microsoft, o Hackathon teve como objetivo desenvolver soluções tecnológicas como aplicativos web/mobile e fomentar o empreendedorismo inovador entre os participantes.

 

Além de fazer parte da banca julgadora, Adriana Jannuzzi foi convidada para a Semana de Diversidade e Inclusão da Microsoft este ano para falar sobre os desafios enfrentados em seu trabalho e para propor desafios às equipes participantes.

 

Todos os colaboradores da empresa foram convidados a participar da competição que tinha como tema “Como a tecnologia trabalha a favor da acessibilidade e da inclusão no ambiente de trabalho moderno?”, com o desafio de encontrar soluções de acessibilidade para a Câmara dos Deputados.  As equipes participantes poderiam desenvolver soluções para: localização da pessoa cega ou com baixa visão em um ambiente interno; localização de pessoas próximas por uma pessoa cega ou de baixa visão; e comunicação por libras no mundo digital.

 

Call for help

 

A equipe vencedora, formada pelos colaboradores Beatriz Matsui, Caio Melo, José Otávio Quaglio e Nei Lopez, decidiu criar uma solução para pessoas cegas ou com baixa visão que visitam a Câmara dos Deputados. Chamada de Call for Help, a solução é um aplicativo cuja proposta é ser utilizado em dispositivos Android ou iOS, enviando um pedido de ajuda aos funcionários voluntários da Câmara, previamente cadastrados no aplicativo, para que possam ir ao encontro da pessoa e guiá-la dentro do local. A ideia é conectar essas pessoas e contribuir para tornar o ambiente mais inclusivo.

 

As reuniões das equipes, a apresentação dos projetos, a avaliação da banca julgadora e o anúncio do vencedor ocorreram à distância, pelo Microsoft Teams. “A Microsoft já considera recursos de acessibilidade em todos os produtos e serviços, graças à adoção do Design Inclusivo. Queremos estimular que um número cada vez maior de ferramentas seja criado com o uso da nossa tecnologia para empoderar ainda mais as pessoas com deficiência. Foi com esse propósito que decidimos criar esse desafio. O projeto “Call for Help” foi o que mais atendeu aos critérios que estávamos buscando e o mais bem avaliado na mesa do júri virtual, composto por especialistas de produtos, por engenheiros do Microsoft Teams e pela Adriana Januzzi, representando a Câmara dos Deputados”, afirma Gabriela Magalhães, Gerente de Produto e Líder do Pilar de Acessibilidade na Microsoft.

 

Sobre a Microsoft

 

A Microsoft habilita a transformação digital na era da nuvem e da fronteira inteligente. Sua missão é empoderar cada pessoa e cada organização no planeta a conquistar mais. A empresa está no Brasil há 30 anos e é uma das 110 subsidiárias da Microsoft Corporation, fundada em 1975. Desde 2003, a empresa investiu mais de R$ 600 milhões levando tecnologia gratuitamente para 3.191 ONGs no Brasil, beneficiando vários projetos sociais. Entre 2011 e 2017, a Microsoft já apoiou mais de 6.200 startups no Brasil, com investimento superior a US$ 219 milhões em créditos em nuvem.

 

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+