Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela
Destaque Site 1600x800 px
Dia 14 de março de 2018 | Por Audrey Scheiner | Sobre Comportamento e Notícias
Banner intérprete (2)

Nesta quarta-feira, morreu o pesquisador e físico Stephen Hawking, aos 76 anos, em sua casa. Conhecido por resistir muitos anos à esclerose lateral amiotrófica, uma doença degenerativa, Hawking foi um dos cientistas mais consagrados do mundo, por abordar em suas pesquisas a origem do universo e os principais tópicos que compõem a natureza. A morte foi causada por decorrência de sua doença degenerativa.

Um fator curioso é que Hawking nasceu no dia 8 de janeiro de 1942, exatamente 300 anos após a morte de Galileu, e morreu no mesmo dia do nascimento de Albert Einstein, que foi em 14 de março de 1879! O destino às vezes prega umas peças que nos deixam surpresos, não é mesmo?

Ele teve três filhos. Em 1965, casou-se pela primeira vez com Jane Hawking e se separou em 1991. Teve seu segundo casamento com a enfermeira Elaine Mason em 1995 e se divorciou em 2006.

Stephen Hawking (3)                        Em janeiro de 2015 estreiou um filme biográfico sobre a vida antes e depois da ELA, chamado Teoria de Tudo

Resistindo a ELA

Aos 21 anos, o grande físico foi diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica (ELA). De acordo com o portal procurandoela.org.br, ELA é uma doença neurodegenerativa progressiva que afeta as células nervosas do cérebro e da medula espinhal. Os neurônios motores vão do cérebro à medula espinhal, e da medula espinhal para os músculos em todo o corpo. A degeneração progressiva dos neurônios motores em ELA, eventualmente, leva à morte.

Quando os neurônios motores morrem, a capacidade do cérebro para iniciar e controlar o movimento do músculo é perdida. Com a ação muscular voluntária progressivamente afetada, os doentes nas fases mais avançadas da doença podem tornar-se totalmente paralisados. Hawking vivia em uma cadeira de rodas e utilizava um sistema de voz para poder estabelecer uma comunicação com as pessoas.

Grandes feitos

Grande fã do cientista, a Revista D+ lista abaixo os melhores trabalhos de Stephen Hawking ao longo de sua trajetória.

  1. Singularidade do colapso gravitacional (1970)

Confirmação da teoria do Big Bang (origem do universo)

  1. Mecânica dos buracos negros (1971-1972)

Hawking trabalhou sobre o teorema de buracos negros, que afirma que estes podem ser caracterizados por três números – seu momentum angular, massa e carga.

  1. Buracos negros podem desaparecer (1974-1975)

Um buraco negro pode explodir com a energia de um milhão de bombas de Hidrogênio com um megaton.

  1. Como podem surgir galáxias (1982)

Hawking foi um dos primeiros a mostrar como as flutuações quânticas – minúsculas variações na distribuição da matéria – durante O Big Bang, podem ter dado lugar à propagação de galáxias no universo.

  1. Função de onda do universo (1983)

Teoria que poderia ser usada para calcular as propriedades do universo que vemos ao nosso redor.

Lista traduzida pela matéria do The Guardian “What has Stephen Hawking done for science?”.

Posts Relacionados

Assine a Revista D+