Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS| Leitor de Tela
Foto: Divulgação
Dia 17 de novembro de 2015 | Por Cintia Alves | Sobre Notícias e Saúde

Conteúdo em Libras

Texto em Português

O movimento que surgiu na Austrália durante o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, em 17 de novembro de 2003, tem com intuito disseminar e conscientizar homens sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce da doença.

Segundo dados do INCA – Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva, no Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais frequente entre o sexo masculino, em seguida do câncer de pele não melanoma.

A campanha lançada oficialmente no dia 1º de novembro, durante o 35º Congresso Brasileiro de Urologia no Rio de Janeiro, tem como foco principal, homens de 50 anos, e os demais que estão no fator de risco, considerando o histórico familiar alto para câncer de próstata.

Acessibilidade

Desde 2014, a Lei 13.045 sancionada pela atual presidente Dilma Rousseff obriga o Sistema Único de Saúde (SUS), a realizar exames para o diagnóstico precoce do câncer de próstata, quando considerado necessário pelo médico.

Dúvidas frequentes

O câncer de próstata pode ser prevenido?

Manter uma alimentação saudável, não fumar, ser fisicamente ativo e visitar regularmente o médico contribuem para a melhoria da saúde em geral e podem ajudar na prevenção deste câncer.

Que sintomas podem indicar um câncer de próstata?

Sintomas como dor lombar, problemas de ereção, dor na bacia ou joelhos e sangramento pela uretra podem ser suspeitos. Caso haja suspeita, os exames indicados são toque retal e dosagem de uma proteína do sangue (PSA) através de exame de sangue.

É possível descobrir o câncer de próstata em indivíduos sem sintomas?

A maioria dos cânceres de próstata não causam sintomas até que atinjam um tamanho considerável. Em homens acima de 50 anos pode-se realizar o exame de toque retal e dosagem de PSA para saber se existe um câncer de próstata sem sintomas. O toque retal e a dosagem de PSA não dizem se o indivíduo tem câncer, eles apenas sugerem a necessidade ou não de realizar outros exames.

E ter os exames negativos, garante que não haja câncer?

Não. Cerca de 20% dos homens com câncer de próstata sintomático apresentam um PSA normal. Dependendo da região da próstata, o câncer também pode não ser palpável pelo toque retal. A melhor estratégia é realizar os dois exames, já que são complementares.

Por Cintia Alves / Fonte: Ministério da Saúde

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+