Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela
Dia 19 de outubro de 2015 | Por Brenda Cruz | Sobre Notícias e Saúde

Conteúdo em Libras

Texto em Português

Cuidar da saúde deve ser um hábito diário, porém, o mês de outubro traz consigo uma temática muito importante no que tange à saúde da mulher: a prevenção do câncer de mama. Para isso, o movimento Outubro Rosa desenvolve campanhas de conscientização para que essa doença seja diagnosticada precocemente.

O Outubro Rosa nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, e, desde então, é celebrado anualmente no Brasil, Austrália e Itália.

Segundo o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), o câncer de mama é uma das principais causas de morte entre mulheres com idade entre 30 e 69 anos. Porém, se identificado a tempo, existem grandes chances de ser curado.

Sintomas

Os principais sinais e sintomas do câncer de mama são:

  • Caroço (nódulo) fixo, endurecido e, geralmente, indolor;
  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;
  • Alterações no bico do peito (mamilo);
  • Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço;
  • Saída espontânea de líquido dos mamilos

Essas alterações podem significar (ou não) o câncer de mama, mas o Ministério da Saúde adverte que, ao identificar esses sintomas, deve-se consultar um médico imediatamente.

Recomendações

O Outubro Rosa existe para reforçar e estimular os cuidados com a saúde, contudo, a manutenção do corpo deve ser feita durante todo o ano. É altamente recomendado pelo Ministério da Saúde, o autoexame, que pode ser realizado durante o banho, por exemplo, com simples toques nas regiões da mama e das axilas. É extremamente importante que se faça uma mamografia de rastreamento, sobretudo mulheres com mais de 50 anos, (quando não há sinais e sintomas) a cada dois anos.

Alguns hábitos diários podem contribuir na prevenção da doença. Cerca de 30% dos casos podem ser evitados através da prática de atividades físicas, alimentação saudável, amamentação, equilíbrio do peso corporal, além de evitar o consumo de bebidas alcoólicas.

Por Renata Lins

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+