Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela
Paralimpíada Escolar 2017: mais de 900 jovens atletas se inscrevem no campeonato
Dia 13 de setembro de 2017 | Por Audrey Scheiner | Sobre Esporte e Notícias
Banner intérprete (2)

O Centro de Treinamento Paralímpico (CTP), em São Paulo, será novamente o local da Paralimpíada Escolar. A capital receberá, na edição deste ano, 944 atletas inscritos, por meio dos quais 25 estados, mais o Distrito Federal estarão representados. Apenas Roraima não se inscreveu para o evento. A competição terá a sua cerimônia de abertura no dia 21 de novembro e se estenderá até o dia 24.

Três esportes foram adicionados ao programa do maior evento do mundo entre atletas com idade escolar (12 a 17 anos):

  • Futebol de 5 (para cegos)
  • Vôlei sentado (formato 4×4)
  • Basquete em cadeira de rodas (formato 3×3)

Estes se juntarão a atletismo, bocha, futebol de 7, goalball, judô, natação, tênis de mesa e tênis em cadeira de rodas, modalidades que foram disputadas também na temporada passada.

O campeonato assegura aos três primeiros colocados de cada gênero e classe das modalidades individuais o direito de receber o Bolsa Atleta nível escolar, além de dar visibilidade e possibilidade de entrada no esporte de alto rendimento.

Nos esportes coletivos, são determinados três atletas de cada gênero por meio de votação entre os técnicos e árbitros da respectiva modalidade.

Nas últimas duas edições das Paralimpíadas Escolares, o título ficou com o estado de São Paulo. Desde suas primeiras edições, as Paralimpíadas Escolares revelam talentos do paradesporto brasileiro. Os velocistas Alan Fonteles e Petrúcio Ferreira, a saltadora Lorena Spoladore, o nadador Matheus Rheine e o atleta do goalball Leomon Moreno, todos eles medalhistas em Jogos Paralímpicos e Mundiais, são alguns dos nomes que despontaram na competição.

Posts Relacionados

Assine a Revista D+