Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS| Leitor de Tela
Tribunal Regional do Trabalho e a APAE de São Paulo promovem inclusão profissional de seis jovens com deficiência intelectual
Os seis jovens com deficiência intelectual que ingressaram em fevereiro no Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, em São Paulo, já estão ocupando cargos em unidades administrativas do órgão. A contratação foi fruto de uma parceria com o Serviço de Inclusão Profissional da APAE de São Paulo, que insere jovens com deficiência intelectual no mercado de trabalho por meio da Metodologia do Emprego Apoiado. Somente em 2018, a Organização incluiu 417 pessoas em cerca de 50 empresas.

A parceria teve início em 4 de fevereiro e os seis jovens formam a primeira turma contratada. O contrato de trabalho tem duração de um ano, podendo ser prorrogado pelo mesmo período. Para Flavio Gonzalez, supervisor do Serviço de Inclusão Profissional da APAE, a ação do TRT da 2ª Região é um exemplo a ser seguido. “Temos parcerias com diversas empresas para promover a inclusão das pessoas com deficiência intelectual, mas é importante que os órgãos públicos também participem desse projeto e auxiliem na criação de oportunidades a essas pessoas”, diz. “As pessoas com deficiência intelectual podem desempenhar qualquer tipo de atividade, precisando apenas ter o perfil correto para a vaga e receber os apoios necessários para seu desenvolvimento”, completa.

Ao longo do primeiro ano de contrato, a APAE acompanhará semanalmente os jovens para treiná-los em diversas funções. Além disso, a Organização deve orientar os profissionais do Tribunal para que saibam lidar com diferentes tipos de deficiência.

Fonte: Grupo CDI 

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+