Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS| Leitor de Tela
divulgação
Dia 9 de junho de 2016 | Por Renata Lins | Sobre Comportamento e Notícias

Conteúdo em Libras

Texto em Português

Em tempos de crise, o dinheiro parece cada vez mais valioso e escasso. O brasileiro tem feito malabarismo com as contas e economizado cada cédula. Porém, como seria possível a identificação dos valores das notas e moedas por uma pessoa cega?

Veja quatro fatos que talvez você não soubesse sobre o nosso “Real”:

  • Todas as cédulas em circulação no Brasil têm informações para facilitar a acessibilidade de pessoas com deficiência visual;
  • As moedas são fabricadas em tamanhos diferentes, com serrilhas na borda para facilitar a identificação;
  • O braile não pode ser impresso nas notas porque ele se caracteriza de marcas em relevo, o que não permite a resistência às cédulas;
  • As cédulas da segunda família do Real têm tamanhos diferentes e marcas táteis específicas de cada valor à direita do lado frontal (abaixo).

Veja um vídeo do Banco Central que explica de forma didática como nosso dinheiro é acessível:

0

Por Renata Lins

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+