Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS| Leitor de Tela

Conteúdo em libras

Conteúdo em português

A poucos meses de um dos maiores eventos esportivos e inclusivos do mundo – as Paralimpíadas – o Rio recebe dez estações acessíveis para prática de exercícios físicos por pessoas com deficiências físicas e mobilidade reduzida.

Instaladas em bairros como Maracanã, Barra da Tijuca, Leblon e no Aterro do Flamengo, as estações acessíveis contam com barras de flexão mais baixas, uma “bicicleta ergométrica” que é girada com a força dos braços; possuem local para alongamento e grades de segurança que impedem que a cadeira saia da posição de treino.

O professor de educação física Mauro de Oliveira, 52, cadeirante, afirma que os novos equipamentos possibilitam o fortalecimento dos braços e do peitoral, proporcionando maior condicionamento físico para tocar a cadeira, por exemplo.

A iniciativa de criar o espaço foi da empresa Sadia, patrocinadora das Olimpíadas e Paralimpíadas Rio 2016. E segundo eles, até junho, todas as praças de exercício estarão funcionando.

Por Renata Lins

 

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+