Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela
Foto: Divulgação
Dia 12 de novembro de 2015 | Por Cintia Alves | Sobre Fique Ligado e Notícias

Conteúdo em Libras

Texto em Português

Para que a criança com e sem deficiência se desenvolva, o ato de ‘brincar’ faz-se extremamente necessário, principalmente quando há práticas inclusivas que as envolvam em experiências diferentes. Partindo deste princípio, a Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida irá oferecer oficinas sobre o ‘Brincar Inclusivo’ para famílias com crianças até 6 anos. A programação terá início no dia 14 de novembro, seguindo até 12 de dezembro nas unidades municipais de Educação que estão manifestando desejo em receber os eventos. A expectativa é atender mais de 3 mil pessoas durante esse tempo.

Foram organizadas 110 atividades com 10 temas diferentes, focando nas capacidades e não nas dificuldades das crianças. A intenção é proporcionar reflexão sobre o convívio com a diferença, respeitando as particularidades de cada um.

Abaixo, a lista de atividades:

– A expressão musical e a criança;
– Contação de história: o faz de conta em questão;
– Música para bebês: o envolvimento da criança com o universo sonoro;
– Brincadeiras para bebês: explorando situações desafiadoras;
– Brincadeiras de Movimento: o corpo como recurso;
– Artes Plásticas: expressões múltiplas;
– Jogos Teatrais para crianças;
– Arte com materiais naturais;
– Brincadeiras Dançantes;
– O Brincar na Brinquedoteca.

ATENÇÃO: o prazo para que as unidades municipais de educação infantil – CEI (direto, indireto e conveniado) EMEI, CEMEI e EMEBS – manifestem interesse em promover as oficinas foi prorrogado até 12/11/2015. As inscrições das turmas podem ser feitas pelo e-mail rbelluzzo@prefeitura.sp.gov.br, aos cuidados de Renata Belluzzo Borba. Mais informações no Comunicado publicado no Diário Oficial do Município.

Por Renata Lins / Fonte: FONTE: Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida

Posts Relacionados

Acesse a Revista D+