Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela
Foto de uma partida de vôlei sentado: Do lado de lá da rede, a seleção brasileira, de camisa verde e shorts preto, do lado de cá, de costas para a câmera, a seleção egípcia, de camisa branca e bermuda azul marinho.
Dia 3 de maio de 2018 | Por Brenda Cruz | Sobre Esporte e Notícias
Banner intérprete (2)

Depois da disputa nos Jogos do Rio 2016 a Seleção Brasileira masculina de vôlei sentado enfrenta nessa sexta-feira, 4, o Egito, que venceu a disputa no Rio, levando a medalha de bronze. Esse é um importante amistoso na preparação para o Mundial da modalidade, que acontecerá de 15 a 22 de julho, em Haia, na Holanda.

A partida terá transmissão ao vivo pelo SporTV 3, pelo Facebook e pelo canal do YouTube do Comitê Paralímpico Brasileiro. A cobertura será mais uma iniciativa que decorre da criação do Selo Brasil Paralímpico– parceria firmada entre o Comitê Paralímpico Brasileiro e o Grupo Globo, que, entre outras ações, prevê a transmissão de eventos paralímpicos. Em dezembro do ano passado, por exemplo, houve a transmissão da final da Liga Nacional de Vôlei Sentado, entre Sesi-SP e CPSP.

As duas equipes, inclusive, formam a base da Seleção Brasileira. Sete atletas que jogaram a decisão representarão o Brasil nesta sexta-feira: Wellington, Leandro Silva, Renato, Danielzinho e Fabrício (Sesi-SP),Giba e Fred (CPSP). Além deles, o técnico Celio Cesar Mediato, então comandante do Sesi, é o comandante da equipe.

“A equipe brasileira de vôlei sentado tem tido grande destaque e obtido ótimos resultados. Esperamos um jogo tão equilibrado quanto na decisão da medalha de bronze dos Jogos Paralímpicos, mas, desta vez, com um desfecho favorável ao nosso time”, disse Mizael Conrado, presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro.

O confronto encerrará mais uma fase de preparação do time brasileiro, que tentará, no Mundial, manter o bom histórico recente em grandes eventos internacionais. Além da quarta colocação na última edição de Jogos Paralímpicos, o Brasil também é o atual vice-campeão mundial. Em 2014, no Mundial da Polônia, o Brasil foi derrotado pela Bósnia apenas na disputa pela medalha de ouro.

Posts Relacionados

Assine a Revista D+