Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela
dsc_8246-caio-galluci
Dia 30 de novembro de 2016 | Por Rosa Buccino | Sobre Arte e Comportamento e Cultura e Idosos e Notícias e Teatro

[tab]
[tab_item title=”Conteúdo em Libras”]


[/tab_item]
[tab_item title=”Texto em Português”]

A temporada atual de Vermelho, peça com os atores Antonio Fagundes e Bruno Fagundes, permanecerá em cartaz até o dia 4 de dezembro, no Teatro Tuca – Teatro da PUC, Rua Monte Alegre, 1024, Perdizes, São Paulo.

O texto do dramaturgo norte-americano John Logan, que estreou em dezembro de 2009, no teatro The Donmar Warehouse, em Londres, Inglaterra, revela a intimidade do processo de criação do artista plástico Mark Rothko.

Vermelho se passa no final dos anos 50, quando o icônico líder do Expressionismo Abstrato recebeu um convite para pintar grandes painéis de um luxuoso restaurante em Nova York e recebeu uma quantia quase inestimável para a época (o equivalente hoje a 10 milhões de dólares). Em cena, mestre e aprendiz levam o público a refletir sobre arte, a levantar questões ligadas à ética no trabalho, entre outras acerca da maturidade profissional.

Algumas sessões da peça tiveram acessibilidade para deficientes visuais e auditivos (intérprete de Libras, a Língua Brasileira de Sinais; áudio descrição e tablets com legenda), dando continuidade a um projeto de inclusão social iniciado na temporada de Tribos, peça anteriormente encenada com brilhantismo por ambos atores.

[/tab_item][/tab]

 

Posts Relacionados

Assine a Revista D+