Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela
OK_destaque2
Dia 24 de março de 2017 | Por Audrey Scheiner | Sobre Literatura e Notícias

[tab]
[tab_item title=”Conteúdo em Libras”]

[/tab_item]
[tab_item title=”Texto em Português”]

Após acompanhar uma novela em que uma personagem com síndrome de Down estrelava uma história marcante, Wolf Kos, então na UTI de um hospital e teve a ideia de criar uma entidade que cuidasse de pessoas com deficiência intelectual. Esse início – e a década de dedicação que se segue – é o que relata o livro do historiador Célio Turino. Com lançamento para o dia 28 de março, 10 Anos de Inclusão: Instituto Olga Kos conta a história da organização, que já beneficiou mais de dez mil pessoas e, atualmente, atende cerca de 3 mil crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual, ou em situação de vulnerabilidade social.

O Instituto Olga Kos é hoje uma das instituições mais premiadas de São Paulo e coleciona honrarias, como a Medalha Anchieta, a Ordem do Mérito Cultural, a Salva de Prata, dentre outras, tendo seu trabalho reconhecido no Brasil e no mundo. Desde o ano passado, o IOK participa de um grande projeto do Vaticano para formatar um novo modelo de educação que leve à construção de uma sociedade mais inclusiva e mais tolerante com as diferenças de credo, raça e condição social.

A partir dos esportes e das artes, o instituto beneficia milhares de crianças por ano.

A partir dos esportes e das artes, o instituto beneficiou mais de 10 mil pessoas

Ainda neste ano, o documento, que está sendo elaborado com a participação do IOK e de mais onze entidades de vários países, deverá ser apresentado ao Papa Francisco. O livro de Turino traz detalhes de toda essa trajetória de sucesso e é um marco na comemoração dos dez anos de fundação do Instituto.  “A força do amor é capaz de tudo e a história do IOK é, sobretudo, uma história de amor!”, resume o autor.

“Desde a sua fundação, a entidade vem se destacando pelos projetos desenvolvidos e pelas ações que mobilizam os paulistanos para garantir que a pessoa com deficiência intelectual reúna condições de participar de forma mais efetiva da sociedade”, afirma Wolf Kos, presidente do instituto.

Capa do livro 10 anos de Inclusão

Capa do livro 10 anos de Inclusão

O instituto foi batizado pelo nome da esposa de Kos, Olga. Para ela, esses anos de trabalho na instituição são uma grande realização. “É gratificante completar dez anos de um sonho e ver que ele rendeu tantos frutos, que fez tão bem a tantas pessoas. Mas essa é apenas uma etapa de uma longa jornada pela inclusão dessas pessoas tão especiais para todos nós. Que venham mais dez anos e que possamos continuar tendo motivos para comemorar”, afirma a vice-presidente Olga Kos. .

Serviço

Vernissage e lançamento do livro: 28 de março, das 19h às 22h

Exposição: 28 de março a 2 de abril, das 9h às 18h

Local: Cinemateca Brasileira

Endereço: Largo Senador Raul Cardoso, 207 – Vila Clementino – SP

[/tab_item][/tab]

Posts Relacionados

Assine a Revista D+