Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS| Leitor de Tela
Dia 4 de outubro de 2016 | Por Cintia Alves | Sobre Notícias e Tecnologia

[tab]
[tab_item title=”Conteúdo em Libras”]

[/tab_item]
[tab_item title=”Texto em Português”]

O projeto Smart Retinal Camera (SRC), idealizado por três ex-alunos da USP ­– José Augusto, engenheiro da computação, Flavio Vieira, engenheiro elétrico, e o físico Diego Lencione –, em São Carlos, traz um grande impacto para a sociedade com um protótipo de retinógrafo portátil que permite a realização de exames oculares diretamente de um aplicativo no smartphone.

Como uma miniatura do retinógrafo, o aplicativo possibilitará exames para observação e registro de fotos da retina com a mesma qualidade dos aparelhos tradicionais. Beneficiando, assim, milhões de brasileiros que necessitam de uma consulta oftalmológica e por inúmeras circunstâncias não podem se locomover até o consultório.

“Imagine que a pessoa está acamada e não consegue ir até a clínica fazer o exame. Um operador, que não precisa ser médico, pode ir até a casa do paciente e realizar todos os procedimentos. Posteriormente, essas imagens ficariam disponíveis em um site para acesso dos médicos, que dariam o diagnóstico à distância”, comenta o engenheiro da computação, José Augusto.

O projeto foi premiado em primeiro lugar no Falling Walls Lab São Paulo, e segue para a Alemanha, em novembro, para representar o Brasil na final da competição.

Por Cintia Alves

[/tab_item][/tab]

Posts Relacionados