Referência em inclusão e acessibilidade!
ACESSO GRÁTIS | Leitor de Tela
Destaque
Dia 22 de novembro de 2017 | Por Mayra Ribeiro | Sobre Arte e Notícias
Banner intérprete (2)

Proporcionar bem-estar, conforto e autorreflexão são as missões de Timoteo Ortiz Veras.  Conhecido como Ever San Laurenzo, o artista plástico de 40 anos especializado na técnica barroca desenvolve o trabalho da arte terapia há um pouco mais do que uma década. “Ajudar pessoas por meio da arte é gratificante. Este método terapêutico permite a expressão de sentimentos que muitas vezes ficam escondidos ou reprimidos. A autoestima também é trabalhada, já que existe a possibilidade de criar uma obra autoral”.

A arte terapia é a mais pura expressão dos sentimentos em forma de traços, desenhos, cores, esculturas e movimentos culturais. “Eu não direciono um tema ou técnica específica. Todos são livres. É um processo completamente espontâneo e individual para externar as emoções”. A metodologia é voltada para pessoas com deficiência, transtornos psíquicos, idosos, crianças e dependentes químicos.

De acordo com o artista plástico, além de proporcionar o aumento da autoestima dos pacientes, a prática também cria uma facilidade para a integração social. “Com a terapia o aluno passa a enxergar as potencialidades e a enxergar que é capaz. Dessa forma, fica mais confiante para ir atrás dos objetivos”.

Todo o processo é feito em parceria com psicólogos e começa a partir de um encaminhamento. Em seguida, a habilidade com atividades artísticas é explorada. “Cada pessoa é única. No caso dos cegos, como não há o sentido da visão, a técnica utiliza expressão corporal, música e canto. Já para as pessoas com deficiência motora, são feitas adaptações nos materiais de uso”. Ao longo das aulas, cada participante é avaliado pelo seu respectivo especialista que define a frequência da atividade.

Posts Relacionados

Assine a Revista D+